Meryl Streep faz 66 anos; veja os melhores papéis da atriz

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recordista de indicações ao Oscar (foram 19!), Meryl Streep completa 66 anos de vida nesta segunda-feira (22). Considerada uma das melhores atrizes do cinema norte-americano, ela tem no currículo mais de 70 filmes, 3 Oscars, 8 Globos de Ouro e uma versatilidade admirável.

Apesar de ser uma tarefa difícil, escolhemos 10 dos melhores papéis de Meryl Streep para comemorar o aniversário desta diva de Hollywood, que começou a carreira em 1977 no vencedor do Oscar Júlia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Relembre as performances mais marcantes da atriz:

O Franco Atirador (1978)

Um dos primeiros filmes a lidar com o tema Guerra do Vietnã, também foi o primeiro grande papel de Streep, que lhe rendeu sua primeira indicação ao Oscar.

Kramer vs. Kramer (1979)

Ela ganhou seu primeiro Oscar fazendo o marcante papel de mulher de Dustin Hoffman, que deixa o marido e um filho pequeno porque está infeliz no casamento.

A Mulher do Tenente Francês (1981)

Este drama romântico de época só reforça a versatilidade de Streep, que não interpreta aqui uma personagem, mas sim duas! Não é à toa que lhe rendeu outra indicação ao Oscar.

A Escolha de Sofia (1982)

Provavelmente o melhor trabalho de Streep no cinema, a personagem titular, obrigada a fazer uma devastadora escolha sobre qual dos filhos salvar da morte, fez a atriz conquistar seu segundo Oscar.

Lembranças de Hollywood (1990)

Um de seus filmes mais “leves”, a comédia dramática sobre relacionamentos familiares, baseada no livro semi-biográfico de Carrie Fisher (a Princesa Leia de Star Wars), fez Streep conquistar mais uma indicação ao Oscar.

Um Visto Para o Céu (1991)

https://youtu.be/jp6qkZkPBhY

Desta vez, Streep não foi lembrada no Oscar, mas o mesmo não pode ser dito sobre sua adorável participação neste drama de fantasia sobre a vida após a morte.

As Pontes de Madison (1995)

Em mais um trabalho memorável, Streep faz uma imigrante italiana casada que tem um tórrido e secreto caso com um fotógrafo (Clint Eastwood, que também dirigiu o filme) da National Geographic. Adivinha? Outra indicação ao Oscar para a estrela.

O Diabo Veste Prada (2006)

https://youtu.be/XTDSwAxlNhc

A atriz divertiu o público como a cruel Amanda Priestly, editora-chefe de uma renomada revista de moda, numa clara referência à editora da Vogue. A personagem caiu nas graças do público e, mais uma vez, da Academia de Hollywood, que nomeou Streep para o Oscar de Melhor Atriz.

Dúvida (2008)

Streep arrasou mais uma vez no papel de diretora de um colégio católico, a irmã Aloysius Beauvier, que inicia uma cruzada moral contra um padra acusado de abuso sexual. Explorando temas como fé, religião, justiça e preconceitos, o filme foi indicado a 5 Oscars (e, sim, uma das indicações é dela).

A Dama de Ferro (2011)

Nesta cinebiografia de Margaret Thatcher, Meryl Streep encarnou com perfeição a ex-primeira ministra britânica numa performance arrebatadora que lhe fez ganhar seu terceiro Oscar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio