O ator irlandês Aidan Turner é um astro internacional em ascensão graças, principalmente, ao seu trabalho na TV e na saga cinematográfica O Hobbit. Muitos apostam nele com um dos grandes astros dos próximos anos. Vamos conhecer um pouco mais da carreira deste talentoso, simpático e charmoso ator vindo do país da banda de Rock U2.

Aidan Turner nasceu em 19 de junho de 1983 em Dublin, na República da Irlanda. Sua família era pobre, sendo que sua mãe, Eillen, trabalhava em uma loja de carpetes e seu pai, Pat, trabalhava como eletricista. Ao terminar a escola, começou a trabalhar com o pai como aprendiz. Mas, o “bichinho” das artes dramáticas já o tinha picado.

Aidan matriculou-se na Gaiety School of Acting, faculdade de artes dramáticas de Dublin que já teve como alunos seus conterrâneos Stuart Townsend (de A Rainha dos Condenados), Colin Farrel (Minority Report) e Sarah Greene (de Noble e da série de TV Penny Dreadful), com quem mais tarde, iniciou um relacionamento.


Após a sua graduação, em 2004, começou sua carreira de ator no teatro, atuando em peças como Romeu e Julieta, de William Shakespeare (no papel de Páris); e Cyrano, de Edmond Rostand (como Christian) e começa a despertar a atenção de público e crítica.

O ano de 2007 foi bastante agitado para Aidan, pois foi quando fez sua estreia no cinema e na televisão. Na tela grande, a estreia foi em dois curtas-metragens independentes chamados The Sound of People e Matterhorn. Na tela pequena a estreia se deu em uma rápida participação na série The Tudors. Foi o bastante para que, no ano seguinte, ganhasse um papel regular em duas temporadas na série The Clinic.

Após o final do seriado, Turner fez o papel do artista plástico inglês Dante Gabriel Rosseti na minissérie Românticos Desesperados (2009). A minissérie fez sucesso e Aidan começa a ganhar fama como galã. Sua atuação em Românticos Desesperados chamou a atenção do roteirista e produtor Toby Whithouse, que o convidou para ser um dos protagonistas principais da sua, então, nova série, chamada Being Human (no Brasil, Ser Humano).

Being Human contava a original história de uma fantasma (Lenora Chrichlow, da série A to Z), um lobisomem (Russel Tovey, da série Him & Her) e um vampiro que moravam juntos na mesma casa, cuidando da mesma, dividindo as tarefas e despesas ao mesmo tempo em que viviam aventuras sobrenaturais.

A série foi um sucesso de crítica e público. Turner interpretava o vampiro John Mitchel, papel que o alçou ao patamar de astro e símbolo sexual. O sucesso foi tão grande que, quando os estadunidenses fizeram o remake de Being Human, o nome escolhido para o vampiro (vivido por Sam Witwer, de O Nevoeiro) foi – vejam só! – Aidan Waite. Foram três temporadas no seriado até Aidan receber o convite de Peter Jackson (de King Kong) para atuar em sua saga O Hobbit.

Na saga baseada na obra do escritor inglês J.R.R. Tolkien, Turner interpretou o anão Kili, sobrinho do monarca Thorin Oakenshield (vivido por Richard Armitage, de Capitão América, o Primeiro Vingador) e que tem um romance com a elfa Tauriel (vivida por Evangeline Lilly, de Homem-Formiga); nos filmes O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (2012), O Hobbit: A Desolação de Smaug (2013) e O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos (2014). Um grande sucesso que levou Turner ao estrelato internacional e que ainda lhe deu o prêmio de Melhor Ator Novo da prestigiosa revista britânica de cinema Empire.

Enquanto vivia sua odisseia na Terra Média, Turner ainda fez o filme Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos (2013), malhado pela crítica, mas que foi bem nas bilheterias; e três filmes que estão em pós-produção com lançamentos previstos para 2016: The Secret Scripture. Loving Vincent e Look Away (até o momento, nenhum deles tem títulos em português)

E como sucesso pouco é bobagem, Aidan voltou a trabalhar na TV na minissérie O Caso dos Dez Negrinhos (2015), baseada na obra da escritora inglesa Agatha Christie (1890-1976), como Phillip Lombard; e no papel-título da elogiada série da rede de televisão BBC Poldark (2015), baseada na obra The Poldark Novels, do escritor inglês Winston Graham (1908-2003). A cena em que aparece nadando nu no mar fez a delícia da mulherada de todo o mundo.

Apesar de estar tendo um relacionamento com Sarah Greene nos últimos três anos, Aidan Turner dá suas escapadinhas de vez em quando: teve um caso com sua colega da série Being Human, Lenora Chrichlow e com uma atriz convidada da série, sua conterrânea Charlene McKeena (de Café da Manhã em Plutão). Como todo vampiro que se preze, ele não resiste em dar umas mordidinhas…

Nada mal para quem começou como aprendiz de eletricista!      

Veja aqui o trailer da série Poldark, estrelada por Aidan Turner (original em inglês):