10 easter eggs da segunda temporada de Demolidor

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das coisas mais bacanas do universo ficcional que a Marvel construiu para si nos filmes e séries de TV é que toda produção nova do estúdio vem com muitos easter eggs e referências escondidas às outras, ou a elementos dos quadrinhos que podem vir a figurar nas séries e filmes no futuro.

A segunda temporada de Demolidor, produzida pela Marvel em parceria com o Netflix e liberada pela rede de streaming em 18 de março, veio com uma quantidade mais contida dessas referências, mas mesmo assim vale fazer um top 10 com os mais bacanas, e o que eles significam para o MCU.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Crítica | Demolidor – 2ª temporada

Vamos lá:

10) Referências a Agents of SHIELD

Se o nome “Dogs of Hell” pareceu familiar, não é coincidência – a gangue de motociclistas apareceu anteriormente lá na primeira temporada de S.H.I.E.L.D., sendo mentalmente controlada pela vilã asgardiana Lorelei. Em outro episódio, vemos um jornal cuja manchete se lê: “Cybertek faz acordo em processo judicial”. Cybertek, é claro, é a companhia responsável pela criação de Deathlok, vilão da série da ABC.

Além disso, em certo ponto do episódio com a Dogs of Hell, um dos membros da gangue diz para Foggy: “Você tem coragem (“guts”), Nelson”. A referência é a uma história escrita por Frank Miller (Sin City) em que Foggy assumia uma nova identidade – Guts Nelson – e enfrentava o Rei do Crime.

9) Jessica Jones

Logo no começo da segunda temporada, descobrimos que os eventos de Demolidor se passam depois de Jessica Jones, a série estrelada por Krysten Ritter no ano passado. Não demora muito para a namorada de Foggy citar o nome da detetive super-poderosa durante uma conversa sobre a firma de direito em que ela trabalha.

Em outro momento, o policial Brett Mahoney menciona um conselho que recebeu do Detetive Clemons, personagem morto por Will Simpson durante o primeiro ano de Jessica Jones. Outro personagem, um defensor público chamado Reyes, também aparece em ambas as séries, ainda que brevemente.

Por fim, a aparição surpresa de Carrie-Anne Moss como Jeri Hograth nessa temporada pode indicar o começo de um movimento para juntar os universos de Jessica e do Demolidor em Os Defensores.

8) Gladiador

A saga de Melvin Potter até se tornar o Gladiador, alter-ego criminoso que o estilista assumiu nos quadrinhos, deu mais alguns passos à frente nessa segunda temporada – no primeiro ano, só vimos desenhos rústicos de um uniforme parecido com o que o vilão usa nos quadrinhos.

Dessa vez, Melvin mostra para Matt a armadura corporal que começou a usar por baixo das roupas, e o design é idêntico ao que vemos o personagem usar nos quadrinhos. Se a transição de aliado à oponente vai se completar em algum momento é algo que teremos que esperar para ver.

7) Bloco D

Quando o Justiceiro é transferido para o “Bloco D”, mesmo bloco de celas de prisão em que está Wilson Fisk, o Rei do Crime, Matt menciona para Foggy que está de olho no que ocorre por lá há muito tempo. Em um arco de história dos quadrinhos, no entanto, o próprio Matt passa um tempo por lá após sua identidade ser descoberta pelo mundo.

É difícil saber se a Marvel vai escolher adaptar essa história em específico algum dia, mas pode acontecer, e colocar Fisk e o Justiceiro por lá sem dúvidas é um aceno nessa direção.

6) Matt e Elektra no carro vermelho

A primeira temporada de Demolidor emprestava muito do arco “O Homem Sem Medo”, de Frank Miller, mas esse segundo ano, embora tenha se distanciado mais um pouco, também colou pelo menos uma grande cena desse período dos gibis: o “passeio” de carro que Matt e Elektra aproveitam em um carro esporte vermelho.

O restante da história de origem de Elektra é tão diferente de tudo que já foi feito com ela nos quadrinhos que esse é provavelmente o único easter egg relacionado a ela, mas é impossível não amar a atenção ao detalhe desses roteiristas.

5) Finn e Max

Muitos easter eggs relacionados ao Justiceiro podem ser encontrados na segunda temporada de Demolidor, incluindo o fato do personagem estar dirigindo uma vã que eventualmente pode se converter no veículo de guerra usado por ele nos quadrinhos.

Por outro lado, o trabalho do escritor de quadrinhos Garth Ennis é muito usado em alguns detalhes, especialmente no retrato da gangue de irlandeses que Frank enfrenta durante a temporada – embora Finn (Tony Curran) tenha aparentemente morrido com um tiro no meio do rosto, é possível que ele volte, como nos quadrinhos, com a terrível face deformada que você vê acima. O cachorro que Frank resgata e salva de ser torturado, Max, também existe nos quadrinhos!

4) Luke Cage

É claro que a segunda temporada termina com um teaser para Luke Cage, mas essa não é a única referência que o super-herói recebe durante a série. Em certo momento, Claire Temple conta para Foggy que se meteu em alguns problemas por ajudar um super-herói, uma óbvia referência à Luke e o relacionamento dos dois, que deve se estreitar durante a série do herói.

Interessantemente, o advogado de Frank é um Benjamin Donovan (Danny Johnson), uma criação dos quadrinhos que apareceu pela primeira vez em um gibi do Luke Cage. Não se surpreenda, portanto, se o advogado aparecer na vindoura série.

3) “Micro”

O arco do Justiceiro no segundo ano de Demolidor acaba em suspenso, com Frank voltando para casa para recuperar um CD de dados com a palavra “micro” escrita nele. Essa é uma referência óbvia ao Microchip, um aliado do Justiceiro que eventualmente se tornou um de seus maiores inimigos.

Também merece nota o fato que o Coronel Ray Schoonover também vem dos quadrinhos: ele é o superior de Frank no exército, e um traficante de heroína, durante a minissérie em quadrinhos Punisher War Journal.

2) O Rei do Crime ganha seu título

Wilson Fisk

Talvez estejamos errados, mas achamos que ninguém realmente se referiu a Wilson Fisk como o Rei do Crime durante a primeira temporada de Demolidor. Ele finalmente ganha o apelido oficialmente na prisão, enquanto começa a controlar o lugar de dentro para fora, chantageando prisioneiros e guardas.

E apesar de não ser exatamente um easter egg, a promessa do Rei do Crime de arruinar a vida de Matt e Foggy quando sair da prisão acena para o arco dos quadrinhos Born Again, enquanto o fato de que Fisk tem um arquivo sobre o advogado é reminiscente de Murdock Papers.

1) Demolidor acorrentado

Os que não estão familiarizados com os quadrinhos dos quais a cena do Demolidor acorrentado pelo Justiceiro e com uma arma na mão foi emprestada (uma edição do gibi do Justiceiro de 2001) talvez não saibam que a cena terminou de forma bem diferente na revista.

Enquanto a versão televisiva do herói atirou nas próprias correntes que o prendiam, se soltando, nos quadrinhos Matt Murdock de fato puxou o gatilho para cima de Frank Castle para impedi-lo de matar Dino Gnucci – mas o Justiceiro havia retirado o percutor da arma, impedindo-a de disparar.

Incrível sequência de ação da segunda temporada é liberada na internet

“Não consigo imaginar uma 3ª temporada sem o Mercenário”, diz Charlie Cox

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio