The Flash | Barry sem poderes e morte na Terra-2 dão o tom do novo episódio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atenção para spoilers da série abaixo!

Depois de perder os poderes para Zoom no episódio da semana passada, Barry Allen precisa enfrentar uma vida muito mais lenta no começo de “Back to Normal” (2×19), o capítulo dessa semana de The Flash. Em uma montagem, vemos o protagonista lidando com tarefas normais que ele antes fazia num piscar de olhos, como comprar café e ir ao trabalho. Em um contexto maior, fica claro que, enquanto não retoma seus poderes, Barry não pode fazer nada para tentar salvar Caitlin das garras de Zoom.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mesmo assim, o Time Flash não tem muito tempo para lidar com esse problema, uma vez que Harrison Wells é inesperadamente sequestrado por um novo vilão meta-humano, Griffin Grey (para quem Cisco nem tenta inventar um apelido, tristemente). Grey é um residente da Terra-1 que captura Wells enquanto ele está voltando de uma tentativa fracassa de se reconectar com a filha, Jesse, que parece estar muito bem sem ele.

Afetado pela explosão do acelerador de partículas, Grey ganhou super-força, mas a cada vez que usa seus poderes, envelhece muito. A resposta para derrotar o vilão é óbvia (fazer com que ele abuse dos poderes até que se torne velho demais para causar qualquer dano), e Barry e o time conseguem enfraquecê-lo sem precisar dos poderes do Flash. A estadia de Wells com o vilão tem menos a ver com o conflito da semana e mais com a realização do personagem de quantas vidas ele afetou (ou mesmo seus alter-egos em outras Terras afetaram) com a explosão do acelerador.

Sobre o final da trama principal, no entanto, a crítica do Collider reclamou. A decisão de Wells, após essa captura de construir um segundo acelerador de partículas para devolver ao Flash os seus poderes é um testamento contra tudo o que a série da CW nos passou durante esses dois anos: o fato de que Barry era um herói muito menos por suas habilidades e muito mais por sua nobreza. Colocar a recuperação dos poderes frente à milhares de vidas que podem ser afetadas por um segundo acelerador é trair esse princípio e a moralidade dos heróis da série.

Caitlin e Killer Frost

A segunda trama importante do episódio se passa na Terra-2, com Caitlin presa em uma das celas do covil de Zoom com Killer Frost, seu alter-ego do outro universo. Isso mesmo, a atriz Danielle Panabaker finalmente ganha a oportunidade de fazer um trabalho duplo como as duas versões da personagem, combinando juntas um plano para escapar que, obviamente, dá muito errado.

O crítico do AVClub até especulou que Zoom possa ter planejado essa tentativa de fuga, uma vez que ela acaba com Killer Frost morta e com ele e Caitlin rumo a Terra-1. O ponto é que, após garantir a sua amada que nenhuma quantidade de “nãos” o fará desistir dela, o vilão decide conquistar para si o lugar que ela chama de “casa”.

Como apontou o jornalista do site, esse final da trama de Caitlin e Zoom só reforça que “Back to Normal” é pouco mais do que um episódio filler, ou seja, usado para preencher tempo entre um desenvolvimento de trama e outro, abusando do momento para fazer um pouco de construção de personagem. Isso não é necessariamente ruim, mas a falta de velocidade de Barry parece ter dado o tom do episódio, que deixou para trás a aventura sempre divertida que The Flash sabe ser em seus melhores momentos, mesmo quando as coisas estão ruins para o grupo de heróis.

Zoom retorna e velocista enfrenta o vilão Ruptura no trailer do próximo episódio

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio