ATENÇÃO PARA SPOILERS DA SÉRIE A SEGUIR!

O segundo episódio de Preacher, “See” (01×02), começa em 1881, quando um viajante em uma jornada de três dias pela paisagem desértica americana encontra-se com um estranho grupo e faz uma refeição com eles. O grupo fala sobre como “essa terra é mais do que geografia, é um paraíso prometido para os justos”. Pouco depois, após deixar para trás seus companheiros de jantar, o viajante encontra índios escalpelados e enforcados pelo caminho – um comentário mordaz sobre o “sonho americano”.

Nos dias atuais, encontramos Jesse fazendo batismos para os membros de sua congregação. Tulip chega e pede para ser salva, ao que Jesse responde batizando-a também. No entanto, Tulip se aproxima do protagonista de Preacher e sussurra que já é hora de entrar em ação. Enquanto isso, Cassidy está de volta à congregação, e Emily diz que desde que ele chegou o vinho da eucaristia desapareceu. Jesse dá uma leve bronca em Cassidy.


Mais tarde, vemos Jesse usando a “voz de Deus” e ordenando um cachorro irritante a parar de latir. O cachorro fielmente obedece.

Sangue na igreja

Pouco depois, Jesse encontra Cassidy nos degraus da igreja com uma garrafa de bebida. Os dois entram e resolvem beber e fumar lá dentro. Cassidy parece cético da ideia de que Deus tem um plano para alguém, e Jesse diz que seu plano é apenas tentar fazer o bem, ao que Cassidy responde que é um péssimo plano. Tentando desviar de uma acusação que Tulip fez a ele, Jesse diz que não há nada de errado em uma vida tediosa, ao que Cassidy discorda enfaticamente, e os dois acabam discutindo.

Cassidy em seguida conta a verdade para Jesse, que ele é um vampiro de 119 anos fugindo de radicais religiosos que o caçam, mas Jesse não acredita. Cassidy dá um longo gole em um frasco especial, e avisa Jesse que os conteúdos são muito potentes, mas o protagonista de Preacher bebe mesmo assim, imediatamente desmaiando – o que o deixa vulnerável para quando, após Cassidy roubar seu carro e fugir, DeBlanc e Fiore o encontram.

A dupla tenta “retirar” a entidade que vive dentro de Jesse do corpo do personagem através de uma espécie de ritual, mas não parece funcionar. O “plano B” envolve uma motosserra para literalmente cortar Jesse ao meio – o que é impedido por Cassidy, que chega e combate os dois homens, cortando o braço de um deles e mordendo o outro. Depois, para esconder os corpos, Cassidy os desmembra completamente e tenta limpar a igreja o melhor que pode.

Tulip e Linus

Enquanto tudo isso acontece na igreja, Tulip está em um jogo de pôquer, em que uma mulher chamada Mosey fala sobre o tio de Tulip, Walter. Tulip conta algumas histórias de seu tio bêbado e em seguida recebe uma ligação de alguém chamado Tom. Na cena seguinte em que a vemos, Tulip está deixando Jesse inconsciente e o sequestrando – Preacher e suas reviravoltas bizarras.

Tulip diz para Jesse, que acorda acorrentado em uma cama, que Danny quer “o mapa”, e que vai lhes dar informação em troca. Jesse se recusa a dar o que quer que Tulip queira, ao que a moça reage o dizendo que ele não pode “brincar de pastor para sempre”, e que ela vai continuar insistindo, porque um dia o homem mau dentro de Jesse vai voltar a se manifestar.

Mais tarde, vemos o que pode ser o primeiro momento desse “Jesse do mal” em Preacher, com o pastor invadindo a casa de um fiel, chamado Linus, que antes no episódio havia o confessado que sentia atração por uma menina menor de idade. Jesse espanca o homem e enche a banheira dele de água, mergulhando o rosto de Linus nela e o ordenando a esquecer a garota repetidamente. Em uma das vezes, a ordem sai com a “voz de Deus”, o que faz Linus efetivamente esquecer de quem Jesse estava falando.

Tendo uma ideia, o pastor dirige até a casa de uma família com uma filha adoecida e pede por um tempo sozinho com a criança, para rezar. A família atende, mas o que Jesse faz é usar a “voz de Deus” e ordenar que a menina “abra os olhos”.

preacher 2