ATENÇÃO PARA SPOILERS DA SÉRIE A SEGUIR!

O segundo episódio da temporada de Scream começa de onde o primeiro parou, com Emma fugindo da fazenda onde encontrou uma parede coberta com fotos suas e uma figura de capuz. Ela vai até sua mãe, Maggie, que revela um segredo: Emma tem um passado com aquela fazenda, que costumava pertencer à família James, onde Maggie levava a jovem Emma mesmo após os assassinatos cometidos por Troy James.

Quando mãe e filha voltam para a fazenda para investigar, no entanto, não acham nada do que Emma viu por lá. A moça começa a se perguntar se não está tendo alucinações novamente, o que a faz procurar por Kieran, buscando apoio – mais tarde no episódio de Scream, Emma ainda encontrou um estranho no corredor da escola, que sinistramente a chamou pelo nome mesmo que Emma não o reconhecesse.


Emma procura sua professora de psicologia para ajudá-la, mas a Sra. Lang pode não estar com as melhores intenções, uma vez que, quando Emma fala de suas alucinações e suas preocupações, o espectador vê que a professora está gravando a conversa.

Uma quase separação

Os problemas da protagonista de Scream não parar por aí, uma vez que Kieran também pode deixar a cidade e a namorada para trás quando o Xerife da cidade aparece na casa do moço e descobre que ele está vivendo lá sozinho, sem seus pais. O Xerife diz que Kieran não pode continuar sozinho, visto que ainda não é maior de idade, e deve se mudar para a casa de sua guardiã mais próxima, sua Tia Tina.

É Maggie quem acaba salvando o relacionamento de Kieran e Emma, indo até a casa de Tina e sugerindo que Kieran possa morar com ela e com Emma até completar 18 anos. A tia do rapaz inicialmente não aceita a proposta, mas seu filho, Eli, sugere que não seria má ideia para eles se mudarem para a casa que era do pai de Kieran ao invés disso – o menino não ficará sozinho, e eles teriam uma casa melhor. Um detalhe: Eli é o menino que Emma viu nos corredores anteriormente no episódio.

Pobre Jake…

Enquanto isso, ninguém em Scream sabe exatamente o paradeiro de Jake, morto no episódio passado pelo novo assassino. Brooke, namorada de Jake, tenta falar com ele e resolve ir até a delegacia para dar queixa do desaparecimento. Lá, enquanto espera, ela conhece Gus, um novo personagem que parece obcecado com “os seis de Lakewood” (que agora são cinco). No exato momento em que Brooke vai entrar fazer sua queixa, ela recebe uma resposta às mensagens que enviou insistentemente para Jake.

A moça imediatamente sai da delegacia e vai até a casa do namorado, mas não o encontra lá. Enquanto ela senta nos degraus, sozinha, o espectador vê uma figura a observando de longe: o mesmo Gus que falou com ela na delegacia. Ele não é o único suspeito da noite, uma vez que vemos que o pai de Brooke, o prefeito Maddox, recebeu uma série de mensagens de Jake perto da hora em que ele foi morto, indicando que ele poderia estar por perto do local do assassinato.

Quem realmente descobre o cadáver de Jake nesse episódio de Scream, no entanto, é Audrey, que segue tentando impedir que Noah descubra que ela estava ajudando Piper nos assassinatos da primeira temporada. Ela segue Noah até um hotel onde ela anteriormente havia se encontrado com Piper, e Noah está chegando perto da verdade, então ela resolve ligar para a recepção do hotel ameaçando o dono com a voz do assassino.

Embora isso atrase um pouco a investigação de Noah, Audrey quer ter certeza do que está fazendo, então vai até um depósito onde o hotel guarda bens perdidos ou esquecidos por hóspedes. O que ela encontra lá é o corpo de Jake, com uma mensagem gravada: “Viu, Audrey, como eu terminei o seu trabalho por você?”.

scream 2