Opinião | Homem-Aranha: De Volta ao Lar vai expor a maior falha e a maior virtude da Marvel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O mundo está mudando, rapazes. É hora de mudarmos também”. Com uma simples frase do vilão interpretado por Michael Keaton, o trailer de Homem-Aranha: De Volta ao Lar mostra que é parte do universo cinematográfico Marvel não só por formalidade, mas também por matiz temática – se você parar para pensar, não poderia haver momento melhor para o Aracnídeo entrar nesse universo.

As histórias do Homem-Aranha sempre foram sobre a responsabilidade do poder, a linha tênue entre heroísmo e vigilantismo, e é exatamente isso que o universo Marvel está refletindo no momento, pelo menos desde a desconstrução ética de Capitão América: Guerra Civil. Dentro de um universo em que heróis começam a se questionar e serem questionados, é incrível o espaço que o roteiro de Homem-Aranha: De Volta ao Lar cava para um garoto adolescente aprendendo sua missão no mundo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Essa é a grande virtude da Marvel exposta pelo trailer de De Volta ao Lar, que conta ainda com muitos outros pontos positivos: de um humor mais afinado e sofisticado que as investidas mais recentes da editora a um conjunto de personagens interessante e diverso, o filme de Jon Watts tem muita coisa funcionando ao seu favor. A julgar pelos pequenos pedaços de ação que vemos, também, Watts sabe como dirigir um bom confronto herói/vilão.

Nem tudo são flores

Outros pontos do trailer, no entanto, podem demonstrar que a Marvel está em mais apuros com esse filme do que parece. Isso porque, essencialmente, o Homem-Aranha é um herói urbano, e a escolha de interpretá-lo como um adolescente começando sua “carreira” de super-herói abre espaço para cenas como Peter enfrentando uma quadrilha de ladrões de banco (“Ei, vocês não são os Vingadores de verdade!”) antes da chegada do grande vilão, o Abutre (Michael Keaton).

É verdade que Nova York é uma cidade grande, e nada garante que os crimes do Abutre seriam algo coberto o bastante pela mídia para atrair outros heróis, mas a aproximação urbana torna um pouco mais complicado justificar a separação entre essa história e as de Luke Cage, Jessica Jones, Punho de Ferro e Demolidor (os Defensores), séries da Marvel na Netflix.

Separação em partes, é claro, já que o que a Marvel costuma fazer é mostrar as consequências dos acontecimentos dos filmes na TV, mas é difícil justificar a ausência de uma aparição sequer dos heróis da Netflix na tela grande. Mesmo que não saibamos com certeza que Cage, Jones, Punho de Ferro e Demolidor não estarão em De Volta ao Lar, é razoável presumir que não – o produtor Kevin Feige enrola os fãs há anos com promessas de um crossover TV/cinema que nunca acontece propriamente.

Como qualquer filma da Marvel, portanto, esse novo será um equilíbrio complicado de qualidades e defeitos – resta esperar para saber qual vai ser a soma final. Homem-Aranha: De Volta ao Lar estreia em 6 de julho de 2017 no Brasil.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar | 10 coisas para esperar do filme

7 coisas que aprendemos com o trailer

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio