Opinião | Trailer de Planeta dos Macacos: A Guerra traz reflexão fascinante sobre a humanidade

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Planeta dos Macacos: A Guerra ganhou trailer nesta sexta-feira (09), mostrando que o conflito entre humanos e primatas vai chegar a uma conclusão dramática no presumível último capítulo da trilogia iniciada em Planeta dos Macacos: A Origem (2011).

O surpreendente sucesso dessa franquia de “reboot” de um clássico da ficção científica faz dessa uma das produções mais aguardadas de 2017, e talvez a grande lição disso seja que, em muitos sentidos, a força de um personagem é mais importante do que o apelo de um astro na bilheteria – como fica claro no trailer, o macaco Caesar carrega Planeta dos Macacos: A Guerra nas costas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E sim, quem está por trás dele é o grande Andy Serkis, talvez o maior especialista em captura de performance de Hollywood, e grande parte da culpa por Caesar ser um personagem tão carismático é dele, mas não é como se Serkis fosse um grande ímã de bilheteria.

Franquia Planeta dos Macacos foi inspirada no Batman de Christopher Nolan

Com um visual esperto, mas nada revolucionário, do diretor Matt Reeves (Cloverfield), o terceiro capítulo de Planeta dos Macacos promete ser emocional e intenso pelo trailer, que apresenta momentos de impacto muito mais pela conexão do espectador com o personagem do que pela iconografia, fotografia ou trilha-sonora (apesar do bom trabalho de Michel Giacchino).

Com o vilão interpretado (com a energia de sempre) por Woody Harrelson assombrando as periferias do filme, Planeta dos Macacos: A Guerra deve trazer uma reflexão inteligente sobre a atitude militarista humana e a forma como reagimos a ameaças (como uma versão blockbuster da ficção científica A Chegada, de Denis Villeneuve).

A narração do trailer se divide entre Caesar e o vilão de Harrison, indicando o equilíbrio de pontos de vista no filme, mas a essa altura da franquia é quase impossível não “torcer” pelos primatas. Caesar é um personagem falho, mas como ele diz em sua narração: “Eu não comecei essa guerra”. Não importa quem tenha começado, no entanto, ela definitivamente será fascinante de se assistir.

A estreia de Planeta dos Macacos: A Guerra está marcada para 13 de julho de 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio