Seis motivos que podem tornar o Nintendo Switch um fracasso

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante uma apresentação no dia 13 de janeiro, a Nintendo mostrou como funcionará seu novo console, o Nintendo Switch, assim como divulgou uma série de jogos a serem lançados neste ano para este sistema.

As novidades deixaram muitos fãs animados, mas em contrapartida, muita gente notou que alguns erros antigos estão se repetindo agora e podem prejudicar o sucesso do novo console.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira então as razões pelas quais o Nintendo Switch pode falhar igual ao Wii U:

1- Poucos games

A Nintendo cria jogos incríveis, ninguém está questionando a capacidade da empresa para produzir novos jogos de Mario, Mario Kart, Splatoon, Metroid, Animal Crossing e da franquia Pokemon. Porém, se o Switch quer cumprir o seu potencial como o sistema perfeito para jogar em casa ou enquanto se desloca, os jogadores vão querer Call of Duty, Mass Effect, FIFA, Far Cry, Assassin’s Creed, Resident Evil e todos os outros grandes títulos que vendem milhões de cópias no PS4 e Xbox One.

2 – Preço alto

O Nintendo Switch não é caro para um novo console (ele está sendo vendido em média por 280 libras na Europa), mas mesmo assim é um valor muito mais alto que muitos esperavam.

O preço não pode ser necessariamente um empecilho, já que milhões de pessoas compram produtos da Apple, aceitando seu alto preço, a fim de obter qualidade. O Nintendo Switch, por sua vez, surge como um console mal-executado e não parece fazer jus ao seu valor.

3 – Um sistema específico relativamente fraco

O Nintendo Switch nunca foi esperado como um gigante do desempenho, mas muitas pessoas estavam esperando por um sistema que colocasse o software da Nintendo na era moderna, visualmente falando. No final das contas, o Switch representa uma melhoria no Wii U, mas não um grande salto, e certamente não é páreo para o líder de mercado PlayStation 4.

Parte do problema da Switch vem do fato de que a Nintendo está lançando isto como um console portátil e doméstico. Ligado a sua TV, o Switch é simplesmente muito aquém de outras tecnologias, porém, como um dispositivo portátil ele até funciona serve como um gadget bonito e bem concebido.

4 – Os Joysticks

A Nintendo não para de buscar por novidades, por isso seus sistemas ao longo dos anos têm sempre apresentado isso, o que não é diferente com o Switch. Os consoles Joy-con podem ser divididos em dois, permitindo a competição entre dois jogadores ou mesmo que joguem em cooperação, caso o jogo o permita. Quando ligado, o Joy-con assemelha-se a um controlador moderno, com dois botões analógicos e muitos botões. Quando separado, cada jogador recebe um conjunto de controles reduzidos, que se assemelha à simplicidade do joystick do SNES.

O Joy-con é uma ótima ideia, mas o preço é alto demais, em torno de 75 libras, sendo que a cada jogador extra precisa de um complemento que custa cerca de 28 libras! Os joysticks, obviamente, aumentam de preço exponencialmente com sua tecnologia e funcionalidade, mas o Joy-con está um passo adiante, pois é realmente muito caro.

5 – O seu plano on-line

Os proprietários de PlayStation e Xbox desfrutam do PSN e do Xbox Live há muitos anos, com ambos cobrando uma taxa mensal ou anual, a fim de que você possa jogar online. Além disso, os serviços PlayStation Plus e Xbox Games Gold fornecem uma seleção de títulos a cada mês para todos os assinantes.

No Nintendo Switch, após um período de teste gratuito, o jogo online, o bate-papo por voz e os descontos para jogos exigem uma taxa (ainda não divulgada) de associação. Um jogo grátis será oferecido a cada mês, mas será apenas um (pouco se comparado aos que usuários de PlayStation e Xbox recebem). A expectativa é que pelo menos o preço desse sistema não seja tão elevado.

6 – A memória interna

O armazenamento interno padrão para um console de jogos é de 500 GB, porém 1 TB é uma quantidade muito melhor de armazenamento para jogar. Não para a Nintendo, pois o Switch vem com 32 GB de armazenamento interno. Isso é 468 GB a menos do que a especificação mais baixa do PS4 e do Xbox One.

Com esse espaço, seu console ficará muito cheio rapidamente, fazendo com que você necessite comprar armazenamento extra e aí, lá vai mais dinheiro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio