CCXP 2017 | Equipe de efeitos especiais fala sobre a dificuldade de recriar Rachael em Blade Runner 2049

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O time de efeitos especiais/digitais de Blade Runner 2049 revelou como foi o processo de criação desses efeitos na continuação direta do filme de Ridley Scott.

Dirigido por Dennis Villeneuve, Blade Runner 2049 recebeu elogios por seu visual e pelos efeitos digitais, principalmente ao recriarem o rosto a personagem Rachael, vivida por Sean Young e a inserirem sem defeitos na prática digital no filme.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A equipe explicou que para fazer isso, eles utilizaram uma dublê de corpo que estava com pontos de referência em seu rosto. Colocaram o rosto de Rachael por cima dela e assim, ajustaram a iluminação e os traços do rosto com o corpo da dublê.

Para conseguirem ter êxito nisso, eles explicaram: “Fizemos diversos estudos sobre texturas de pele, geometrias faciais e recriamos seu rosto, reprisando suas cenas para poderem acertar todos os detalhes.” Afirmaram que também uma das principais dificuldades que tiveram foi a concepção dos olhos.

Informações do redator Pedro Henrique, diretamente da CCXP 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio