CCXP 2017 | “Temos que celebrar o poder das mulheres”, diz Danai Gurira em painel de The Walking Dead

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesse sábado (08) a atriz Danai Gurira, a icônica Michonne de The Walking Dead foi atração na Comic Con Experience 2017.

Danai começou contando informações sobre a série, quando questionada sobre como foi fazer o teste de elenco para o papel da Michonne. Ela confessou que se sentiu um pouco nervosa, porque antes só havia feito teatro e filmes independentes, mas que gostaria muito de estar na produção porque era fã do elenco e da história e que ficou muito feliz quando passou na audição.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foi mostrado um vídeo com diversas cenas dela como a espadachim Michonne em The Walking Dead ao longo dos oito anos de produção. Danai aproveitou depois para contar no que gosta em sua personagem: “Ela é uma personagem que tem um desenvolvimento complexo, assim como todos na série. A Michonne é solitária no começo e aos poucos, vai se abrindo e se relacionado com as pessoas, demonstrando seus sentimentos. Ela se apaixona. E também gosto que a série me exige muita coisa nova, desde saber usar uma espada até montar em cavalos”, completou Danai.

Gurira aproveitou essa questão levantada sobre Michonne, para comentar que gosta muito dela por ela ser uma mulher independente e forte, dando um poderoso discurso: “A Michonne é forte, independente e não precisa ser salva. E na TV não tem muito isso. As mulheres precisam ser salvadas e resgatadas, mesmo que tenham força.”. Elogiando Stranger Things, a atriz elogiou a personagem Eleven (Millie Bobby Brown), que na série da Netflix salva as pessoas e nenhum homem a menospreza. “As mulheres tem que ser independentes. Quando uma criança precisa de ajuda, quem ela chama? A mãe dela! Então temos que celebrar o poder das mulheres, o poder feminino”.

Questionada depois sobre Pantera Negra, onde ela interpreta Oyoke, uma guarda-costa real de T’Challa (Chadwick Boseman), Danai disse que ficou muito feliz por ter feito o filme. Quando perguntaram a ela se podia revelar alguma informação sobre Guerra Infinita, ela respondeu: “Qualquer coisa que eu disser será spoiler”.

Ainda sobre o universo Marvel, Danai disse: “Nunca imaginei que faria parte disso. E o principal disso e que adorei conhecer o elenco. Mas o melhor de tudo foi poder interpretar uma guerreira africana e poder falar em uma língua africana porque isso era meu sonho. Então por esse sonho realizado, eu digo para vocês para acreditarem nos seus sonhos. Vocês brasileiros, vocês possam ser os melhores em tudo que quiserem fazer.”, completou Gurira, afirmando que gostaria de ver mais representatividade na tela.

Informações do redator Pedro Henrique, diretamente da CCXP 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio