Maria Bopp conquista público com #MeChameDeBruna e fala do sucesso da série: “É um início muito gratificante”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por Cadu Safner

Tudo aconteceu como uma grande novidade na vida da jovem atriz Maria Bopp, que despontou como Bruna Surfistinha na série original da Fox, #MeChameDeBruna, e agora começa a colher os louros da fama e do sucesso que a série vem conquistando não só no Brasil mas como internacionalmente também, com destaque em toda a américa latina. Aos 26 anos, Maria se prepara para as gravações da terceira temporada de #MeChameDeBruna. A série é inspirada na vida real de Rachel Pacheco, que acabou se tornando a garota de programa mais famosa do país após relatar sua vida em seu blog na internet.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Perguntada sobre como foi o processo de construção da personagem, Maria Bopp diz que não foi buscar referências apenas em Rachel e que ela mesma foi sua maior matéria-prima “Conversei muito com a Rachel, mas também vi outras referências externas como ‘The Girlfriend Experience’. A personagem tinha alguns traços parecidos com a da Bruna”, explica a atriz. The Girlfriend Experience com a história de uma garota de programa de luxo que oferece como serviço uma “experiência de namorada”, sendo uma espécie de namorada de aluguel, algo bem mais profundo do que apenas sexo. “Vi também um documentário chamado Hot Girls Wanted que tem algumas coisas que são bem parecidas com a história da Rachel. Mas o que foi mais legal para a construção de um personagem como este foi eu encontrar em mim mesma alguns pontos interessantes para fazer uma atuação mais verdadeira como os meus medos, a busca de poder e a descoberta da sexualidade. Eu fui a minha maior matéria-prima”

A segunda temporada de #MeChameDeBruna surpreendeu pelo investimento maior que contou com participação de Maitê Proença. Sérgio Domanico, vice-presidente de Marketing da Fox Networks Group diz que o canal busca atrair os melhores diretores, atores e roteiristas. “Rio Heroes, por exemplo, são atores que estão na principal emissora do país. Em ouro Branco acontecem a mesma coisa. E se você pegar 1 Contra Todos, é do Breno Silveira, que é um dos maiores diretores de cinema que nós temos. O Júlio Andrade foi indicado ao Emmy. Estamos sempre procurando já logo de cara atrair, porque sabemos que se conseguirmos trazer, logo de cara pegamos este público”, explicou. As séries nacionais da Fox tem tido um enorme retorno na américa latina, 1 Contra Todos, por exemplo, foi a série nacional de maior audiência da história da TV paga, tanto que em 2017 só perdeu para The Walking Dead. E sobre este fenômeno e ter a sua série dentre esses sucessos, Maria Bopp diz: “Pra mim é uma super novidade, eu sou atriz há pouco tempo, eu atuo ativamente desde 2015, então, ser reconhecida na américa latina já é o início muito gratificante, estive lá nas férias, é muito louco como o mercado audiovisual brasileiro é conhecido lá. Tenho uma perspectiva muito boa porque, inclusive, eu vou fazer uma serie na argentina, em breve”, revelou a atriz.

A segunda temporada de #MeChameDeBruna contou com a ”Bruna” mais forte e madura já reconhecida e desejada no meio da prostituição. Uma transformação e outras novidades farão parte da terceira temporada da qual Maria Bopp convida os internautas do Observatório do Cine a conferir, em breve, na tela da Fox. Sobre maratonar séries nas plataformas de streaming, Maria revela que está começando a ficar apaixonada por ‘This Is Us’, “eu choro um pouco, admito, mas é uma série maravilhosa”. Então, fica a dica!

Confira a nossa entrevista exclusiva com a atriz:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio