Projeta às 7 | Cinemark lança projeto de incentivo a filmes brasileiros

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por Fernando Berenguel

Boa notícia para os fãs de cinema brasileiro. A Cinemark passará a exibir mais filmes nacionais em seu circuito a partir do mês de maio. Em parceria com a distribuidora Elo Company, a empresa irá fomentar filmes nacionais em 20 salas de cinema espalhadas pelo país em um projeto pioneiro chamado de “Projeta às 7”. De segunda a sexta-feira sempre às 19h da noite, longas metragens brasileiros de ficção e documentais ganharão pré-estreias em 20 cinemas da rede onde permanecerão em exibição por duas semanas. A iniciativa que neste primeiro ano levará 14 títulos inéditos às salas de cinema, terá o preço especial de R$12 para as entradas e de R$6 para as meia entradas. O projeto visa priorizar filmes que muitas vezes não encontrariam oportunidades para serem assistidos no circuito tradicional entre eles documentários, produções de diretores estreantes e filmes dirigidos ou protagonizados por mulheres. A iniciativa será um “braço” do Projeta Brasil, iniciativa que o Cinemark mantém há 18 anos onde a empresa dedica um dia de programação dos seus cinemas aos filmes brasileiros.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O Projeta às 7 dá ainda mais voz ao cinema brasileiro. Vamos amplificar o portfólio de filmes nacionais para fomentar o interesse do espectador da Cinemark por obras que nem sempre têm a chance de chegar aos cinemas, incluindo documentários, filmes fora do eixo Rio – São Paulo e assinados por diretores estreantes. Vamos, assim, atender à crescente demanda do público por diversidade de gêneros e narrativas”, afirmou Bettina Boklis, a diretora de marketing da Cinemark.

Para se ter uma ideia do impacto do projeto no mercado, com os 20 filmes nacionais lançados comercialmente por ano no “Projeta as 7, o cinema brasileiro apresentará um crescimento de 13% no lançamento de filmes no circuito. Além disso, o público de shoppings e salas comerciais  terá acesso a filmes que não seriam exibidos no circuito. Em São Paulo, os cinemas dos shoppings Eldorado e Metrô Santa Cruz terão salas que exibirão os filmes do projeto. O primeiro filme a ser exibido a partir do dia 03 de maio será “Querida Mamãe” produção baseada na peça de Maria Adelaide Amaral que tem Selma Egrei e Letícia Sabatella no elenco e aborda a relação de uma mãe com sua filha quando esta última passa a namorar uma mulher. Confira o trailer do filme:

Os outros dois filmes que estão listados no projeto são o documentário “Em Um Mundo Interior”, de Mariana Pamplona e Flávio Frederico, que acompanha a vida de sete famílias com crianças autistas e o drama pernambucano sobre a ditatura “Amores de Chumbo”, de Tuca Siqueira.

Os outros dois filmes que estão listados no projeto são o documentário “Em Um Mundo Interior”, de Mariana Pamplona e Flávio Frederico, que acompanha a vida de sete famílias com crianças autistas e o drama pernambucano sobre a ditatura “Amores de Chumbo”, de Tuca Siqueira.

A Elo Company, responsável por distribuir “O Menino e o Mundo” e S.O.S: Mulheres ao Mar 2” que será a empresa parceira da Cinemark no projeto continua recebendo propostas de realizadores que queiram exibir seus filmes no “Projeta às 7”.

A distribuição que sempre foi o “calcanhar de Aquiles” do nosso cinema parece estar cada vez mais ao alcance dos realizadores e espectadores brasileiros. Sorte a nossa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio