Por que John Wick 3 tem tudo para destronar Vingadores: Ultimato

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vingadores: Ultimato está nos cinemas a menos de um mês, mas já é praticamente o maior filme de 2019. Em apenas um final de semana, o mais recente filme da Marvel Studios bateu a marca de US$1 bilhão, e na semana seguinte, já cruzav US$2 bilhões, ultrapassando o recorde até então inquebrável de Titanic – e a caminho para superar Avatar, a maior arrecadação da História.

O filme dos irmãos Anthony e Joe Russo se manteve no primeiro lugar das bilheterias americanas por 3 semanas consecutivas. Nem mesmo o aguardado Pokémon: Detetive Pikachu foi capaz de encerrar seu reinado, o que é impressionante: a franquia de anime tem uma enorme legião de fãs, uma censura menor que possibilita mais ingressos sendo vendidos e a promessa de uma nova franquia – lembrando que o primeiro trailer do filme até tirou o Facebook do ar, dada a repercussão online. Mesmo assim, Ryan Reynolds ficou em segundo lugar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Chegando em sua quarta semana, Vingadores: Ultimato deve perder seu posto na liderança por um candidato inesperado, John Wick 3: Parabellum. Digo inesperado por um motivo simples: o filme tem censura para maiores, o que geralmente garante uma renda inferior à de filmes com censura 13 anos. As previsões de sites como Variety e Deadline afirmam que o filme de ação com Keanu Reeves vai finalmente destronar Vingadores: Ultimato nos EUA, com Parabellum apresentando uma estimativa de US$30 milhões a US$35 milhões em sua estreia – com potencial de arrecadar até mesmo US$40 milhões, sendo alavancado pelas críticas positivas (o filme atualmente tem 93% no agregador do Rotten Tomatoes).

Levando em conta a queda em arrecadação de Vingadores: Ultimato na semana passada – algo natural quando um filme vai avançando em semanas subsequentes em exibição – é estimado que o filme da Marvel traga algo em torno de US$27 milhões neste final de semana. É um valor que o coloca em segundo lugar na bilheteria do final de semana, ficando atrás de John Wick 3: Parabellum. Aliás, o terceiro filme da franquia vai conseguir facilmente a melhor estreia da franquia, com a previsão mais baixa sendo capaz de superar a estreia do primeiro filme (US$14 milhões) e do Capítulo 2 (US$30.4 milhões).

Uma franquia concretizada

A vitória de John Wick 3: Parabellum nas bilheterias não representa apenas um “esgotamento” de Ultimato, já que diversos fãs pagam para rever o filme da Marvel várias e várias vezes. É também um atestado de como a franquia de John Wick se tornou mais popular nos últimos anos. O primeiro filme, lançado em 2014 como De Volta ao Jogo, acabou ficando conhecido pelas cenas de ação caprichadas, mas também pela premissa que rapidamente se tornou meme na internet: Keanu Reeves interpretando um assassino que sai em vingança quando seu cachorro é morto. Foi algo que imediatamente trouxe a atenção de todos e ainda rendeu uma renovação para a carreira de Keanu Reeves – que não está tão em alto desde a trilogia Matrix, encerrada em 2003 após Matrix Reloaded e Matrix Revolutions.

Quando o segundo filme foi lançado em 2017, agora sob o título John Wick: Um Novo Dia para Matar, a Lionsgate e o diretor Chad Stahelski visualizaram o que a franquia deveria ser. A proposta isolada da vingança de um homem solitário gerou a expansão para um universo povoado por assassinos, mercenários e uma organização secreta que desconhece limites. Foi um filme mais popular, mais estilizado e superior ao antecessor; algo que definitivamente se mostrou no resultado das bilheterias.

Por isso a expectativa para John Wick 3: Parabellum é tão grande, e maior do que as dos anteriores. A começar pelo final aberto do segundo filme, que lança a proposta de termos John Wick caçado por todos os assassinos da Alta Cúpula de Nova York, dando origem a um filme mais imediato e repleto de ação. Os trailers também foram inteligentes em apostar na imagem de Keanu Reeves como Neo de Matrix, trazendo até mesmo algumas frases icônicas do filme das irmãs Wachowski, além de abraçar cenas de ação que parecem inacreditáveis e impressionantes.

Só saberemos na manhã de domingo se John Wick 3: Parabellum foi capaz de destronar a jornada bilionária de Vingadores: Ultimato. Uma hora ou outra, algum filme vai tirar o posto da Marvel – especialmente considerando como o mês de maio está carregado de novos lançamentos -, mas seria curioso se viesse pelas mãos de um homem em justiça por seu cachorro.

O elenco principal de John Wick 3: Parabellum conta com Keanu Reeves, Halle Berry, Ian McShane, Laurence Fishburne, Anjelica Huston, Robin Lord Taylor e Jason Mantzoukas.

A direção fica por conta de Chad Stahelski, que dirigiu o segundo filme.

John Wick 3: Parabellum está em exibição nos cinemas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio