Chris Evans finalmente pendurou seu escudo. Depois de ter interpretado Steve Rogers/Capitão América por quase uma década, o ator vai deixar o personagem para trás. Mesmo assim, como todo ator que interpreta um personagem icônico, Evans vai ter que se acostumar com o fato de que ele sempre será associado o Capitão América, independente do rumo que a carreira dele vai seguir.

E é ai que mora o perigo. Hollywood adora reviver franquias e trazer atores e personagens icônicos de volta, o que significa que Chris Evans provavelmente vai ser tentado em algum momento. Chris Evans foi um ótimo Capitão América e sua jornada ao lado do personagem foi concluída de maneira brilhante, o que significa que no fim das contas a melhor saída é ele NÃO interpretar o personagem nunca mais.

Pensando nisso, o Digital Spy escreveu um artigo que compara a situação de Chris Evans com a de outros atores e franquias que deveriam ter ficado no passado, mas que se forçaram a continuar por dinheiro e acabaram fracassando.


Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

A grande verdade é que Indiana Jones e a Última Cruzada deveria ter sido o último filme da franquia Indiana Jones, que cometeu o erro gigante de fazer um quarto filme, intitulado Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal. Harrison Ford e Steven Spielberg poderiam ter parado no auge, mas decidiram continuar a franquia mesmo sem uma boa história para contar. Agora, ambos voltaram com sua parceria para fazer Indiana Jones 5 e tentar dar um fim digno para a franquia. Veremos no que vai dar.

Exterminador do Futuro 3 (e suas sequências)

Outra franquia que poderia ter parado no auge é a franquia O Exterminador do Futuro. 12 anos depois de O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final, Arnold Schwarzenegger resolveu voltar a viver o T-800 (dessa vez 850) no terceiro filme da franquia, que foi um fracasso enorme entre os fãs e a crítica.

Sem aprender com os erros, Hollywood ainda produziu O Exterminador do Futuro: Gênesis, que foi ainda pior que seu antecessor. Resta saber agora se O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio vai ser um novo fracasso ou se ele vai dar o fim digno que a franquia merece. De qualquer maneira, ficou claro que continuar foi um erro.

Fuga de Los Angeles

Fuga de Nova York é um filme muito elogiado, que fez muito sucesso nos anos 80. Infelizmente, a ganância fez com que o protagonista Kurt Russel fizesse uma sequência 15 anos depois, intitulada Fuga de Los Angeles. O filme foi outro fracasso e mais um exemplo para Chris Evans sobre o que NÃO fazer.

Blade Runner 2049

Blade Runner 2049 não é exatamente um fracasso, mas também não podemos dizer que o filme é um sucesso. A sequência do clássico Blade Runner, apesar de trazer o astro Harrison Ford de volta, arrecadou apenas US$ 259,2 milhões mundialmente, o que é muito pouco na Hollywood dos dias de hoje. Ou seja, no fim das contas nem mesmo decente Blade Runner 2049 foi um retorno que valeu a pena.

Chris Evans foi um excelente Capitão América e sua jornada felizmente chegou ao fim. Vamos torcer para que ele veja esses exemplos citados aqui e recuse todas as oportunidades para viver o Capitão América de novo. Pelo bem da carreira dele e pelo bem do cinema.

Chris Evans, o Capitão América, pode ser visto em Vingadores: Ultimato, que segue em exibição nos cinemas.