Vingadores: Ultimato pode não ter quebrado todos os recordes do mundo, mas ainda é um dos filmes mais bem sucedidos de todos os tempos. Há 10 anos, muitos duvidavam do sucesso da Marvel nos cinemas, já que a empresa investia em heróis considerados coadjuvantes nos quadrinhos. Hoje, toda essa desconfiança está superada e a Marvel já se estabeleceu como uma das maiores franquias da história do cinema, arrecadando mais de US$ 20 bilhões ao todo.

O ScreenRant escreveu um artigo que discute o sucesso de Vingadores: Ultimato, explicando o motivo pelo qual ele quebrou alguns recordes e ao mesmo tempo fracassou em quebrar outros que eram importantes. Confira abaixo.

Por quê Vingadores: Ultimato fez tanto dinheiro?

Se a Marvel decidisse tirar Vingadores: Ultimato dos cinemas com apenas um fim de semana de exibição, o filme já seria um sucesso, arrecadando US$ 1,2 bilhão mundialmente, o que já mostra a dimensão do sucesso desse filme. Um dos filmes mais caros de todos os tempos, custando cerca de US$ 350-400 milhões de dólares, Vingadores: Ultimato precisava alcançar ao menos a marca de US$ 800 milhões para evitar um prejuízo e conseguiu isso facilmente em apenas quatro dias.


Depois de Star Wars: O Despertar da Força (2015) que marcou o retorno da franquia Star Wars aos cinemas, Vingadores: Ultimato é o maior evento cinematográfico da década, já que ele reúne 11 anos de histórias e personagens em um filme só, concluindo tudo de maneira satisfatória. Com o sucesso de seu antecessor, Vingadores: Guerra Infinita, era óbvio que Ultimato se daria ainda melhor nas bilheterias.

Milhões de fãs do mundo inteiro foram aos cinemas para ver o capítulo final da história de heróis como o Homem de Ferro e o Capitão América em Vingadores: Ultimato. Esse senso de urgência e essa noção de que o filme de fato representava o fim de uma era também contribuiu para que Vingadores: Ultimato fosse um sucesso, estando hoje no segundo lugar entre as maiores bilheterias de todos os tempos, superando a marca de US$ 2,6 bilhões e ficando atrás apenas de Avatar (2009).

O que faltou para Vingadores: Ultimato ser a maior bilheteria dos tempos?

Apesar das expectativas dos fãs da Marvel, é bem provável que Vingadores: Ultimato não consiga ultrapassar Avatar como a maior bilheteria de todos os tempos. Avatar, de James Cameron, ultrapassou a marca de US$ 2,7 bilhões e Vingadores: Ultimato parece estar perdendo o fôlego nesse momento, o que torna a tarefa ainda mais difícil.

Os motivos para essa dificuldade enfrentada por Vingadores: Ultimato são bem simples. Um deles é a data de estreia do filme. Avatar e Star Wars: O Despertar da Força estrearam no mês de dezembro, um mês em que as pessoas geralmente estão de férias, tendo portanto muito mais chance de ir ao cinema mais de uma vez. Já Vingadores: Ultimato estreou em abril, um mês não tão lucrativo e pior, um mês com muita concorrência. Hoje Vingadores: Ultimato disputa a bilheteria com Pokémon: Detetive Pikachu, John Wick 3: Parabellum e em breve X-Men: Fênix Negra. Apesar de serem filmes bem menos badalados do que Vingadores: Ultimato, são filmes atrativos que diminuem as chances do público casual assistir Vingadores: Ultimato mais de uma vez, já que existem outras 3 opções de blockbuster disponíveis.

No fim das contas, toda essa cobrança em cima de Vingadores: Ultimato é bem injusta, já que o filme não tem a obrigação de ultrapassar Avatar e muito menos de chegar à marca de US$ 3 bilhões. Independente do que aconteça, Vingadores: Ultimato já é o maior filme da Marvel, um dos maiores eventos da história e um sucesso absoluto. Isso ninguém pode apagar.

Vingadores: Ultimato segue em exibição nos cinemas.