Homem-Aranha quebra a linha do tempo do MCU (de novo)

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kevin Feige fez um maravilhoso trabalho com seu Universo Cinematográfico Marvel, criando uma rede de filmes interconectados, de tal forma que jamais vimos antes no Cinema. Dito isso, há alguns furos na continuidade geral do MCU e Homem-Aranha: De Volta ao Lar bagunçou bastante a linha do tempo quando foi lançado. Agora, anos depois, a continuação Longe de Casa fez a mesma coisa, como bem aponta o ScreenRant.

Para quem não se lembra, em certo momento de Homem-Aranha: De Volta ao Lar, o filme diz que se passam oito anos após os eventos do primeiro filme dos Vingadores, algo que não faz sentido algum. De fato, o filme se passa apenas quatro anos após Os Vingadores.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O que acontecem em Homem-Aranha: Longe de Casa não é nem de longe tão grotesco, mas ainda assim gera alguns problemas na linha do tempo, especialmente considerando que Vingadores: Ultimato deixou bem claro que cinco anos se passaram desde Vingadores: Guerra Infinita.

2023 ou 2024?

Vingadores: Guerra Infinita se passa em 2018, isso é um fato. Tony Stark diz que o ataque de Thanos acontece seis anos depois de Os Vingadores, que é colocado como um evento de 2012 por muitos outros filmes.

Ultimato começa logo em seguida e, depois, pula para cinco anos no futuro, em algum ponto de 2023 e encerra alguns dias, semanas ou meses depois, mas ainda em 2023. Nesse ponto começa Homem-Aranha: Longe de Casa.

Mais especificamente, Longe de Casa se passa no Verão após o retorno das vítimas do estalo de Thanos. Fotos do passaporte de Peter Parker nos trailers sugerem que a sua viagem para a Europa aconteceu em julho e, embora eles planos não apareçam no filme em si, é provável que eles apareçam no curta-metragem que mostrará a preparação da viagem de Peter, parte do blu-ray de Homem-Aranha: Longe de Casa.

Além disso, aprendemos que a reportagem estudantil em Midtown High acontece oito meses após os eventos de Vingadores: Ultimato.

Com isso, é seguro dizer Homem-Aranha: Longe de Casa se passa em julho e o fim de Vingadores: Ultimato acontece em novembro do ano anterior. Com Guerra Infinita definido para maio de 2018, isso quer dizer que Ultimato acontece ao longo de vários meses de 2023.

Em outras palavras, Homem-Aranha: Longe de Casa acontece em 2024 e não em 2023, como é dito no filme.

Embora esse erro possa não parecer grande coisa, ele pode afetar futuros filmes do Universo Cinematográfico Marvel, causando problemas maiores para a linha do tempo do MCU.

Infelizmente, os problemas não param por aí.

16 anos para sempre

Capitão América: Guerra Civil, que acontece em junho de 2016, introduz o Homem-Aranha no seu primeiro ano do ensino médio (ano escolar 2015/2016, lembrando que as aulas no hemisfério norte começam no meio do ano e não no começo, como é no Brasil). Em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, que se passa alguns meses após o outono de 2016 (estamos ignorando o ‘oito anos depois’, que foi ignorado por Vingadores: Guerra Infinita), Peter começa seu segundo ano do ensino médio (2016/ 2017). Vingadores: Guerra Infinita acontece no início de 2018, próximo ao fim do terceiro ano de Peter (2017/ 2018).

Dito isso, ele desaparece com o estalo e retorna em 2023 em Vingadores: Ultimato, e recomeça seu terceiro ano do ensino médio no meio de 2023, terminando no meio de 2024, logo antes de viajar para a Europa.

Aí entra o problema. Em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, Peter diz que tem 15 anos, então, em Homem-Aranha: Longe de Casa, Peter diz para Mysterio que ele tem 16 anos. Considerando que o aniversário de Peter é no dia 10 de agosto (outra informação mostrada no passaporte exibido nos trailers de Longe de Casa), ele permaneceu com 16 anos por mais tempo que deveria (aproximadamente 16 ou 17 meses).

Obviamente, isso tudo é consequência dessa narrativa interconectada do Universo Cinematográfico Marvel. Estamos falando de inúmeros roteiristas, diretores e produtores. Kevin Feige comanda tudo, mas pequenos detalhes podem acabar passando.

Esperamos apenas que esses deslizes de Homem-Aranha: Longe de Casa não baguncem ainda mais o futuro do MCU.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio