Uma das grandes reviravoltas em Vingadores: Ultimato foi o destino do Capitão América de Chris Evans. Foi algo mais complexo do que a morte, mas que trouxe teorias e deixou os fãs coçando as cabeças.

Como vimos em Ultimato, Steve Rogers voltou no tempo para ter uma vida normal ao lado de sua amada Peggy Carter, e aparece no presente já como um idoso, e resolve passar o manto do herói à frente. Muitos imaginavam que o Bucky Barnes de Sebastian Stan acabaria com essa honra, mas acabou sendo o Sam Wilson de Anthony Mackie. Tanto Bucky quanto Sam já usaram o título do Capitão América nos quadrinhos, mas é o antigo Falcão quem recebeu o escudo poderoso de Steve Rogers, prometendo carregar a identidade do Capitão nos cinemas pelos próximos anos.

O que deixou os fãs confusos, e até provocou discordância entre os diretores Anthony e Joe Russo e os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely é a linha do tempo funcionou para Steve. Ele viveu na mesma linha do tempo do MCU, deixando todos os eventos se desenrolarem como antes – inclusive seu congelamento na década de 40 – e então esperou envelhecer para que enfim passasse o escudo para Sam, ou ele voltou no tempo uma segunda vez, para cair naquele ponto final de Ultimato?


Ultimato pós-relançamento

Quando os Russos foram promover o recente “relançamento” de Vingadores: Ultimato, a questão do destino de Steve Rogers foi abordada novamente. Joe Russo voltou a definir que, sim, Steve voltou no tempo e viveu toda a vida ao lado de Peggy Carter na mesma linha do tempo do MCU. Após anos, ele saltou no tempo novamente para encontrar Sam e Bucky, e entregar o escudo para seu sucessor.

De acordo com o Professor Hulk, essa ação de mexer no passado não altera em nada o passado, já que a teoria discorda daquela vista em obras como De Volta para o Futuro, O Efeito Borboleta e O Exterminador do Futuro. Em outras palavras nada de Teoria do Caos no MCU.

Mas é curioso como duas versões de Steve Rogers podem coexistir nesse tipo de teoria do tempo. Mais ainda que Steve tenha demorado tanto tempo para produzir um segundo salto no tempo.

Vingadores: Ultimato ganhará sua versão estendida nos cinemas brasileiros em 11 de julho.