Para quem está esperando que The Witcher seja uma adaptação fiel do game de sucesso, a série da Netflix pode decepcionar. Não por ser de baixa qualidade, mas por não se basear no universo do jogo.

A série da Netflix será baseada nos livros de Andrzej Sapkowski que inspiraram o game, não no game em si.

Geralt

As diferenças entre a série de The Witcher e o jogo começaram a se apresentar quando a Netflix divulgou a primeira imagem da produção.


No pôster, Geralt aparece de costas, com apenas uma espada. No game, o herói possui duas lâminas: uma de ferro para humanos e uma de prata para monstros. As duas sempre ficavam acopladas em suas costas.

Nas HQs, o personagem é retratado com apenas uma espada.

Ciri

Diferentemente dos games, a Ciri da série da Netflix será bem mais jovem. Interpretada pela atriz Freya Allen, ela se parece com uma criança, não com sua contraparte dos games.

Nos livros, no entanto, ela começa a saga com 11 anos.

O Medalhão do Lobo

Geralt na série da Netflix deve ter uma aparência bem menos dramática que sua versão dos games. Nas imagens divulgadas, ele não aparece com seu famoso medalhão de lobo dos games.

Nos livros, o medalhão também aparece, mas não é tão chamativo quanto a versão dos jogos.

Mais mudanças

Outras mudanças importantes também devem ser apresentadas na série. Em relação ao exército Nilfgaardiano, as armaduras devem ser completamente diferentes das versões do livro e dos games.

A personalidade de Geralt deve ser mais obscura e calada (o que combina com Henry Cavill), e o herói deve encontrar bem menos monstros que sua contraparte dos games.

Além disso, o amigo bardo do protagonista também deve ter seu nome mudado. Nos livros e games, ele é chamado de Dandelion (dente de leão). Na série, ele deve ser conhecido como Jaskier, que também é o nome de uma flor.