Como The Walking Dead voltou dos mortos e está fazendo sucesso de novo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A verdade é que desde que Scott Gimple, antigo showrunner de The Walking Dead, entregou a série nas mãos de Angela Kang, a produção da AMC teve um salto de qualidade impressionante.

Em baixa durante as temporadas seis, sete e oito, The Walking Dead “voltou dos mortos” na 9ª temporada, apresentando novos personagens, recuperando o carisma dos antigos e envolvendo os espectadores em uma trama cativante e cheia de suspense.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em um artigo, o Digital Spy listou todos os motivos que fizeram The Walking Dead retomar seu sucesso na 9ª temporada.

Recomeço

A 9ª temporada de The Walking Dead começa com um salto no tempo de 2 anos, o que ajudou bastante os espectadores na tarefa de se distanciar do passado – negativo – da série, introduzindo assim novos personagens, tramas e lugares de uma maneira renovadora.

Além disso, o salto no tempo serviu para introduzir um dos elementos mais importantes da nova fase de The Walking Dead

Esperança renovada

The Walking Dead havia se tornado bem previsível nas últimas temporadas. A estrutura era a seguinte: Os heróis encontram um novo lugar, se estabelecem nele, são atacados, derrotam o vilão e se mudam novamente.

A 9ª temporada trouxe um novo desafio para os personagens de The Walking Dead, que envolve a reconstrução da civilização como um todo, que é algo que vai bem além do simples conflito entre herói versus vilão e a luta por sobrevivência. Agora, os personagens tem objetivos e desejos que vão além do instinto de sobrevivência, o que torna tudo mais real e interessante.

Melhor dinâmica entre personagens

Finalmente, os personagens de The Walking Dead voltaram a conversar. Sim, a ação é importante, mas ela só entretem quando estamos envolvidos com os personagens.

A 9ª temporada de The Walking Dead finalmente investiu em diálogos interessantes – como os das primeiras temporadas. Alguns personagens – como o protagonista Daryl – renasceram das cinzas e se tornaram interessantes novamente.

The Walking Dead voltou a ser assustadora

Samantha Morton faz um excelente trabalho como a vilã Alpha, a líder dos Sussuradores. Com ela, The Walking Dead voltou a ser assustadora, colocando seus heróis em um perigo real. É claro que o roteiro e a direção – que melhoraram considerávelmente – ajudam, mas de fato, ter um vilão que mete medo tanto nos heróis quanto em quem está assistindo é fundamental para fazer uma série de suspense e terror dar certo.

Daryl tem um cachorro

Qualquer série melhora quando tem um cachorro e todo personagem se torna mais interessante com um pet ao lado, não é mesmo? Brincadeiras à parte, o fato de Daryl ganhar um simples cachorro – e não um tigre, cobra, ou qualquer outro animal exótico – mostra como The Walking Dead está contida e focada em seus personagens agora.

Sem megalomanias, sem pirotecnia. The Walking Dead tem que focar em seus personagens e suas relações, mostrando como um mundo pós-apocalíptico muda a noção e a organização de sociedade que conhecemos. Esse é o caminho para manter a série nos eixos.

Você sabia que a AMC liberou a 9ª temporada gratuitamente online? E que um fã de Vingadores: Ultimato teve uma ideia hilária para a 10ª temporada? Confira as primeiras imagens da nova série de The Walking Dead e muito mais no Observatório de Séries.

The Walking Dead retorna com sua décima temporada em 6 de outubro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio