Star Wars: Você deveria ficar preocupado com A Ascensão Skywalker; veja motivo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois de mais de 40 anos, a saga dos Skywalker vai chegar ao fim nos cinemas com o lançamento de Star Wars: A Ascensão Skyalker. Ou pelo menos é o que a Lucasfilm e a Disney estão prometendo. Será mesmo que isso é verdade?

Desde que a Disney comprou a Lucasfilm, a franquia Star Wars tem variado entre se manter na zona de conforto para agradar os fãs antigos – como em O Despertar da Força – e buscar inovações e mudanças significativas – como em Os Últimos Jedi. A grande pergunta que fica é: Qual caminho Star Wars: A Ascensão Skywalker vai seguir?

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Infelizmente, acreditamos que apesar da campanha de marketing, que vende o filme como o “fim da saga dos Skywalker”, a tendência é que Star Wars: A Ascensão Skywalker não conclua a jornada dos heróis como deveria, deixando pontas soltas para que personagens chave retornem no futuro.

Em um artigo, o WhatCulture discutiu o grande problema que Star Wars: A Ascensão Skywalker tem em mãos.

Inovação ou segurança?

A verdade é que o dinheiro sempre mandou e sempre vai mandar em Hollywood. A recepção controversa de Star Wars: Os Últimos Jedi fez a Lucasfilm dar um passo atrás, demitindo o diretor Colin Trevorrow (Jurassic World) que iria dirigir o Episódio IX. Em seu lugar, J.J. Abrams (Star Wars: O Despertar da Força) foi chamado.

Esse movimento mostra que a Lucasfilm e a Disney querem jogar na segurança, escolhendo um diretor que não só conhece a franquia Star Wars, mas conhece também toda a estrutura que fez dos filmes um grande sucesso.

Star Wars: O Despertar da Força é uma espécie de releitura do Star Wars original, de 1977, tendo a mesma estrutura narrativa que conta a jornada do herói humilde encontrado no deserto que se torna a maior esperança da galáxia. Como esperado, a estratégia funcionou e o filme fez muito sucesso, mas sua sequência acabou indo para um caminho totalmente diferente.

Dirigido por Rian Johnson, Star Wars: Os Últimos Jedi joga todas as peças do tabuleiro para o alto, apresentando conceitos e motivações completamente diferentes do que já havia sido visto no universo Star Wars. Essa decisão acabou trazendo muita controversa entre os fãs, que não gostaram de ver seus personagens – em especial Luke Skywalker – agindo de uma maneira totalmente diferente do esperado.

Final da saga dos Skywalker? Claro que não

Ouvindo as reclamações de parte do fandom, a Lucasfilm certamente parece estar mais focada em acertar – e lucrar – do que inovar. Ou seja, isso significa que o tão prometido encerramento da saga de nove filmes não deve acontecer em Star Wars: A Ascensão Skywalker.

Você acha mesmo que a Disney vai abrir mão de personagens lucrativos como Luke, Leia, Han Solo, Yoda, Rey, Kylo Ren, Poe e Finn? Star Wars: A Ascensão Skywalker pode dar uma conclusão temporária para a história desses personagens, mas eles certamente voltarão de alguma forma no futuro.

Por isso, quem espera chegar aos cinemas e encontrar um Star Wars que revoluciona completamente o cinema e muda o status quo da franquia, encerrando para sempre a história de seus personagens, pode acabar se decepcionando. Como o próprio Luke Skywalker disse em Os Últimos Jedi, “ninguém vai embora de verdade.”

Star Wars: A Ascensão Skywalker chega aos cinemas brasileiros no dia 19 de dezembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio