Tudo o que sabemos sobre o 1º herói gay do MCU

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os Eternos vai mesmo mudar o MCU para sempre. Em entrevista ao Good Morning America, Kevin Feige, o Chefe do Marvel Studios, revelou que o novo filme vai introduzir o primeiro herói LGBT da franquia.

“Ele é casado, tem uma família e sua orientação é apenas parte do que ele é”, disse o executivo da Marvel.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Apesar de não ter revelado o nome do personagem, Kevin Feige deu algumas dicas importantes, que podem indicar algumas possibilidades para a identidade do primeiro herói LGBT da Marvel nos cinemas.

Em um artigo, o Looper discutiu qual é o personagem gay de Os Eternos.

Ele é um homem – provavelmente

Para identificar quem é esse personagem, temos que analisar todo o elenco de Os Eternos. Temos Ikaris (Richard Madden), Thena (Angelina Jolie), Kingo (Kumail Nanjiani), Makkkari (Lauren Ridloff), Phastos (Brian Tyree Henry), Ajak (Salma Hayek), Sprite (Lia McHugh), Sersi (Gemma Chan), Gilgamesh (Don Lee), Druig (Barry Keoghan) e o Cavaleiro Negro (Kit Harington).

Como Kevin Feige utilizou o pronome “ele”, provavelmente podemos descartar todas as personagens femininas de Os Eternos. Se o filme for seguir os quadrinhos, Ikaris e Sersi serão um casal, o que descarta também a possibilidade de que Ikaris seja homossexual.

Com isso, restam Kingo, Phastos, Gilgamesh, Druig, e o Cavaleiro Negro como possibilidades. É claro que Kevin Feige pode estar desviando o foco e a personagem LGBT de Os Eternos pode acabar sendo uma mulher, mas levando em conta o que ele disse, essas 5 possibilidades são as mais prováveis.

É interessante observar como a Marvel vem se preocupando com diversidade ultimamente. Os Eternos promete ser o filme mais diverso da franquia até então, apresentando personagens de todos os gêneros, etnias e orientações sexuais.

Curiosamente, o anúncio de que Os Eternos terá o primeiro personagem LGBT do MCU tira um pouco do brilho que o desenvolvimento da Valquíria teria em Thor: Amor e Trovão, já que a atriz Tessa Thompson – e os cineastas envolvidos – deram a entender que o filme vai mesmo tratar da bissexualidade da heroína.

De qualquer forma, ver a Marvel investindo em diversidade é bem interessante. Seja qual for o personagem gay de Os Eternos, esperamos que ele seja bem representado nas grandes telas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio