Uma das novidades da Marvel Studios no serviço de streaming do Disney+ será Mulher-Hulk, série focada na heroína que é prima de Bruce Banner, o Hulk. E as possibilidades de história são bem grandes, inclusive para a expansão de universo do MCU nas telas.

A questão mais curiosa é que a Mulher-Hulk compartilha do ofício de outro grande herói da Marvel, e que recentemente teve sua série cancelada na Netflix: o Demolidor de Matt Murdock. Ambos trabalham como advogados no universo Marvel, com Murdock atuando em Nova York e a heroína em Los Angeles. Mas quando ela se muda para a Grande Maçã após receber seus poderes, temos interações entre os dois personagens.

Uma questão de calendário

A série do Disney+ ainda não tem previsão de estreia, e a Marvel ainda tem um tempo de acordo para permitir a aparição do Homem Sem Medo dentro do MCU. Se a série da Mulher-Hulk sair em 2022, já é perfeitamente legítimo que a Disney possa recuperar os direitos do Demolidor (e também dos demais personagens que a Netflix explorou em seu universo dos Defensores).


Mas certamente é um caminho para trazer o vigilante de volta. Imaginem lá para a segunda temporada de Mulher-Hulk, onde temos um episódio acabando subitamente com um cliffhanger que apresenta Matt Murdock? Seria uma boa solução.

Oportunidade perdida com Homem-Aranha

E por falar em advogados, é uma pena que o acordo entre a Disney e a Sony Pictures tenha acabado bem agora. O final de Homem-Aranha: Longe de Casa coloca o o herói titular em uma situação onde precisaria de algum tipo de apoio legal, e essas opções poderiam ser tanto o Demolidor quanto a Mulher-Hulk. Nenhum dos dois é possível agora, já que o personagem volta a ser inteiramente da Sony – o que impede referências ao MCU.

Mas de toda forma, o Demolidor pode sim aparecer em Mulher-Hulk. Nem mesmo que seja através do humor metalinguístico da personagem (faceta que se destacou em uma de suas fases nos quadrinhos), onde o Disney+ teria seu próprio humor Deadpool.

A série da Mulher-Hulk na Disney+ ainda não tem previsão de estreia. Enquanto isso, as três temporadas de Demolidor seguem disponíveis no catálogo da Netflix, assim como as séries dos Defensores.