Atenção! Contém spoilers de It – Capítulo 2.

It – Capítulo 2 é um filme violento, seguindo a tradição do primeiro longa baseado na obra de Stephen King. No entanto, a cena de abertura do filme vem sido bastante criticada por tratar um tema trágico da vida real com irresponsabilidade e sem reflexões.

O site Screen Rant produziu um artigo que explica porque a cena inicial de It – Capítulo 2 prejudica o enredo do filme.


Confira abaixo os principais pontos levantados pelo site Screen Rant!

A cena inicial

Assim como o livro de Stephen King, It – Capítulo 2 começa com um casal curtindo o circo de Derry. Eles vão vítimas de violência homofóbica de um grupo de de adolescentes, e e um deles sofre de asma e é jogado de uma ponte, onde se torna uma das vítimas de Pennywise.

É claro que It- Capítulo 2 é um filme de terror violento, então imagens como essa eram esperadas. No entanto, a maneira como o ataque à Adrian Mellon é mostrado e suas repercussões acabam prejudicando o resto do filme, segundo o site Screen Rant.

Desconexão

Como já foi mencionado, a cena de abertura de It – Capítulo 2 é extremamente violenta. Ela dura bastante tempo e a câmera não hesita em mostrar os horríveis xingamentos e agressões homofóbicas que os acompanham.

O problema é que, segundo o site Screen Rant, essa violência na abertura é completamente desconexa do resto do filme, sendo utilizada apenas para chocar o espectador.

It é a história de Pennywise e dos atos terríveis dessa criatura sobrenatural. Dessa forma, qual é a intenção dos diretores em mostrar um ato pior ainda cometido por pessoas “normais”? A utilização da cena seria uma estrategia interessante se iniciasse uma reflexão profunda sobre homofobia e como os verdadeiros monstros são pessoas da vida real. Porém, como a cena não tem relação com o enredo do filme e nunca é citada novamente, ela parece desconectada e desnecessária, podendo ser retirada sem fazer nenhuma diferença no resultado final.

O arco de Richie

Adrian e Don não são os únicos personagens LGBTs de It – Capítulo 2. Um dos arcos mais importantes do filme é sobre a sexualidade de Richie, revelada em flashbacks e no final do filme.

O personagem era apaixonado por Eddie, porém os dois nunca chegaram a desenvolver essa relação. No livro de Stephen King, o relacionamento dos personagens e a sexualidade de Richie fica apenas nas entrelinhas.

O filme não liga à trama da sexualidade de Richie à horrenda primeira cena, o que deixou muita gente confusa sobre a função da abertura na trama geral do longa.

Outro problema

It – Capítulo 2, segundo o Screen Rant, repete o mesmo problema com Beverly. A personagem sofre com a violência de seu marido, e foge para Derry antes que ele descubra.

O momento é outra cena chocante de violência que não tem muito a ver com a trama geral de It. Assim como a morte de Adrian, violência doméstica é um problema da vida real sofrido por inúmeras mulheres e alguns homens no mundo inteiro.

E assim como a cena de homofobia, a sequência de violência não ganha reflexão no filme, sendo utilizada apenas por seu efeito de choque.

Por que a cena funcionou no livro?

A cena da morte de Adrian também está presente no livro de Stephen King, porém a maneira com o autor trata o tema é bem diferente da versão de Andy Muschietti.

No livro, os reflexos do ataque homofóbico e da morte de Adrian são trabalhados, e os envolvidos passam por julgamento e são presos. Em It – Capítulo 2, eles simplesmente desaparecem, como se a mensagem fosse que esse tipo de crime não tem consequências.

It – Capítulo 2 continua em cartaz nos cinemas.