Como Malévola e na Marvel, Angelina Jolie é a nova “princesa” da Disney

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Angelina Jolie é um dos nomes mais identificáveis não apenas de Hollywood, mas de toda a indústria do entretenimento. Desde seu estouro na década de 90 até agora, a atriz se reinventou como diretora e produtora, e agora volta a assumir os holofotes com a grande potência do cinema blockbuster contemporâneo: a Walt Disney. De certa forma, já que a atriz tem duas grandes franquias no estúdio, não seria exagero considerar Jolie como uma “Princesa da Disney”.

Primeiro, claro, falamos sobre seu primeiro contato com a empresa chefiada por Bob Iger. Ele veio justamente com Malévola, filme que serviu como derivado e reimaginação de A Bela Adormecida, sendo concentrado em uma versão live-action da vilã. Mas, claro, essa repaginada acabou transformando Malévola em anti-heroína, ganhando uma história trágica e que tenta justificar o comportamento da personagem – que, à medida em que o longa avança, vai se tornando a figura materna da Princesa Aurora, vivida por Elle Fanning.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Malévola pode não ter causado uma impressão tão grande na cultura pop ou com a crítica, mas estamos falando de Hollywood. O longa fez um dinheiro considerável nas bilheterias, rendendo a tardia continuação Malévola: Dona do Mal. Até o fechamento deste artigo, o longa não recebia boas críticas no agregador do Rotten Tomatoes, ainda que a Disney espere um resultado competente nas bilheterias. Se o rendimento for alto, nada impede que Malévola ganhe um terceiro filme – e vale lembrar que o sucesso do original também começou uma onda de filmes de “vilãs”, já que Emma Stone estrela o vindouro Cruella, que chega em 2021.

A Era de Thena

Mas é mesmo com a Marvel Studios que Jolie pode dar a guinada de sua carreira, estabelecendo-se como um dos nomes mais fortes do futuro do estúdio, que inicia sua Fase 4 após o sucesso bilionário de Vingadores: Ultimato. Jolie fez sua entrada triunfal na San Diego Comic-Con ao lado dos demais integrantes do elenco de Os Eternos, que ainda incluem Richard Madden, Kumail Nanjiani, Salma Hayek, Brian Tyree Henry, Dong-seok Ma, Lia McHugh e Lauren Ridloff. Ela foi confirmada no papel de Thena, que nos quadrinhos é a primeira líder dos Eternos na Terra, e parece um papel feito sob medida para a atriz.

Jolie sempre quis interpretar Cleópatra nos cinemas, e Thena está quase ali. A personagem é uma das Eternas mais antigas da Marvel, originada na Grécia Antiga e que acabou tendo uma longa passagem pela história dos humanos. Ela inclusive chegou a trabalhar nas Indústrias Stark, escondida, então não duvidem de alguma conexão entre Athena e o falecido Homem de Ferro no MCU.

E quando falamos sobre poderes, Angelina Jolie não vai ficar desfalcada perto de Thor, Feiticeira Escarlate ou mesmo a Capitã Marvel de Brie Larson. Como os fãs de quadrinhos bem sabem, Thena possuí velocidade e força e habilidade de regeneração sobre-humanas. Pode voar, gerar ilusões, transmutar matéria, possuindo habilidades de telepatia e teletransporte.

E Star Wars?

É engraçado considerar a existência “quadrados” a serem marcados pelos atores que trabalham com a Disney. Basicamente: remakes live-action, filmes da Marvel e a saga Star Wars, visto que são as principais propriedades de posse do estúdio atualmente. Lupita Nyong’o (Mogli: O Menino Lobo, Pantera Negra, Star Wars: O Despertar da Força) e Donald Glover (O Rei Leão, Homem-Aranha: Longe de Casa, Han Solo: Uma História Star Wars) são exemplos desse feito. E só falta um item para a atriz riscar da lista.

Jolie já demonstrou interesse em fazer parte da saga Star Wars, revelando conversas com Jon Favreau (showrunner de The Mandalorian) sobre uma possível colaboração. É isso o que falta para a atriz fechar a “Trinca Disney”, mas a verdade é que Angelina Jolie já se tornou uma das figuras mais valiosas do estúdio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio