A Warner Bros. e a DC podem ter errado com Jared Leto quando se trata de Coringa, mas Jared Leto também errou com todas as outras pessoas no papel. Nas últimas semanas, surgiram relatos de que Leto tentou interromper a produção do filme do Coringa de Todd Phillips por medo de como isso afetaria suas perspectivas futuras de interpretar o personagem.

Desde então, não há confirmação de que Aves de Rapina contará com Jared Leto como o Coringa de qualquer forma. James Gunn também deixou Leto fora do seu Esquadrão Suicida, apesar de ter trazido de volta vários outros atores do filme anterior.

Isso parece confirmar algo que muitos fãs suspeitam há um tempo: a única aparição de Jared Leto como Coringa estará em Esquadrão Suicida, de 2016. Em alguns aspectos, Leto foi enganado pela Warner Bros.


Foi-lhe prometido um papel de longo prazo como o Coringa, apenas para vê-lo repassado a outro ator, pouco depois de sua primeira atuação. Por outro lado, talvez Leto merecesse ser dispensado por sua interpretação sem brilho do personagem e pelo terrível comportamento nos bastidores de Esquadrão Suicida.

Pouco do Coringa

Jared Leto assinou o que poderia ter sido um acordo de três filmes, que incluía Esquadrão Suicida, sua sequência e um filme de Sereias de Gotham que foi substituído por Aves de Rapina. Também era esperado que ele enfrentasse o Batman de Ben Affleck em um filme solo de Batman, que deveria ser dirigido pelo próprio Affleck.

No entanto, não demorou muito tempo para essas promessas desaparecerem. O papel de Leto em Esquadrão Suicida diminuiu bastante quando o filme foi reeditado para se parecer com o trailer viral do filme.

Muitas cenas com Leto que apareceram em trailers nunca apareceram no filme, que provou ser um sucesso de bilheteria, mas um fracasso com crítica. Leto expressou decepção pelo fato de seu papel ter sido reduzido tanto, mas, no final das contas, isso provou ser um pequeno problema em comparação com o que o futuro reserva.

Ou melhor, o que o futuro não reserva para Leto. “Estou um pouco confuso”, disse ele em entrevista em 2017. “Há algumas coisas acontecendo no mundo da DC. Eu amei o Coringa, ele é um ótimo personagem, um personagem muito divertido de interpretar. É um grande universo e quando você interpreta o Coringa, você tem a honra de segurar o bastão por um tempo e depois passá-lo. Mas há outros filmes em desenvolvimento e estou animado para ver o que vem deles.”

Agora sabemos que a história planejada da origem do Coringa, que estava em pré-produção, fez com que Leto se sentisse não apenas “confuso”, mas também ameaçado. Ele teria solicitado que Irving Azoff, seu agente, matasse o filme antes que ele pudesse ser lançado.

Desde então, Leto demitiu Azoff e Coringa, estrelado por Joaquin Phoenix, se tornou um estrondoso sucesso de bilheteria. Qual Coringa está rindo agora?

Promessas quebradas

Não apenas o filme solo de Coringa prometido para Leto foi entregue para um ator diferente, mas também pareceu fazer de tudo para ignorar tudo o que Leto fez no papel. Esta não é a primeira vez que um ator é roubado de seu futuro em um potencial universo cinematográfico.

Muitas vezes, as divisões entre atores e estúdios acontecem devido a diferenças criativas. Andrew Garfield parecia incrivelmente desencantado com o que seu Homem-Aranha se tornou antes de deixar o papel.

O que Leto passou é muito parecido. Como Garfield, foi-lhe prometido um papel maior que, em última análise, não lhe foi dado, e ele fracassou em um filme que não foi bem recebido pelos críticos ou por uma parte do público.

Insuportável nos bastidores

Garfield, embora “de coração partido” por seu papel como Homem-Aranha, não tentou destruir a oportunidade de Tom Holland de interpretar o personagem. Na verdade, ele parecia ansioso para ver Holland se apresentar e ver uma nova reviravolta no Homem-Aranha.

Segundo relatos, Leto tentou sabotar uma produção inteira porque se sentiu menosprezado por outro ator fazendo “seu papel”. Embora Leto estivesse fora de um projeto solo do Coringa, no entanto, isso não significava que ele necessariamente não poderia ter participado de outros filmes mais conectados ao DCEU, como Aves de Rapina ou o novo Esquadrão Suicida, como prometido originalmente.

E, no entanto, ele não vai retornar. Por quê? Pode ser que ninguém queira trabalhar com Leto como o Coringa, porque ele deixou muitas pessoas à sua volta desconfortáveis ​​nos bastidores de Esquadrão Suicida.

Margot Robbie, que não só está reprisando seu papel como Arlequina, mas também produzindo Aves de Rapina, foi um dos muitos membros do elenco de Esquadrão Suicida que recebeu presentes bizarros de Leto durante as gravações, como preservativos usados e ratos. Sabe-se que Leto fez esforços absurdos para papéis antes disso, o que deu certo em Capítulo 27, mas em Esquadrão Suicida ele levou sua preparação para o extremo do insuportável.

Leto reclamou que suas cenas foram cortadas em Esquadrão Suicida, cenas que colocariam Leto mais no centro de um filme do qual ele realmente não deveria fazer parte. O Coringa de Leto serviu como personagem terciário na subtrama de Arlequina.

Da mesma forma, ele faz pouco sentido na história solo de Arlequina sobre ela se tornar uma mulher independente. Sabemos, graças às filmagens no set, que alguém substituirá o Coringa em Aves de Rapina, mas alguém que não é Leto – provavelmente, um dublê de corpo.

Também não ajuda que James Gunn, que dirige o novo Esquadrão Suicida, não pareça pensar muito com carinho sobre Leto. As alegações rodam em torno de Leto há anos de que ele se relaciona com menores de idade, o que Gunn sugeriu fortemente no Twitter que acredita.

Robbie não precisa de Leto e Gunn claramente não o quer, tudo por razões legítimas. Mas há outra razão pela qual Leto não merece lágrimas.

Decepção para os fãs

Ao contrário da crença popular, os fãs concordam com a mudança, desde que você ofereça algo melhor em troca. O Coringa de Joaquin Phoenix é diferente de tudo o que já vimos antes, assumindo enormes liberdades criativas com um personagem muito amado e bem estabelecido, mas os fãs têm respondido amplamente positivamente a ele.

O Coringa de Jared Leto também levou o personagem a uma nova direção. Mas essa nova direção foi muito mais controversa que a de Phoenix para a base de fãs principal.

De fato, Leto é de longe o ator menos adorado a interpretar o Coringa. Mesmo que muitas de suas cenas tenham sido cortadas do filme, é claro que teriam sido apenas mais do que muitos fãs não gostaram.

No final, o Coringa de Leto simplesmente não fez jus às expectativas. Apesar das reedições, a maioria de suas co-estrelas, especialmente Margot Robbie, ainda conseguiu entregar atuações divertidas, e as cenas de Leto na versão estendida de Esquadrão Suicida não fizeram nada para provar que deixá-las na versão dos cinemas teria melhorado alguma coisa.

Riscos que não valem a pena não são ousados: são erros. Infelizmente, é provável que seja assim que a atuação de Leto como vilão da DC será lembrada. Nós merecíamos um Coringa melhor, e foi exatamente isso que Phoenix forneceu.