Homem-Formiga 3 precisa resolver ESTES grandes problemas da Marvel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Homem-Formiga 3 está acontecendo e a sequência tem que corrigir os problemas e erros dos dois primeiros filmes da Marvel. Os estúdios da Marvel tendem a trabalhar em trilogias, mas o destino de Homem-Formiga 3 há muito parece incerto.

Peyton Reed estava inicialmente esperançoso de que retornasse como diretor, acreditando que havia plantado muitas idéias que adoraria ver se concretizar. Mas até o astro Paul Rudd ficou inseguro de que isso acontecesse, dizendo aos fãs que eles precisavam exercer pressão sobre os “grandes”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As expectativas pareciam ter diminuído após o anúncio da Fase 4 da Marvel, que não incluía uma menção para Homem-Formiga 3. Mas, por mais empolgante que fosse, este calendário vai durar por apenas dois anos.

Os últimos relatórios são de que Peyton Reed realmente retornará para Homem-Formiga 3, com a produção planejada para começar no início de 2021 para uma possível data de lançamento em 2022. O problema é que os dois primeiros filmes do Homem-Formiga foram divertidos, mas falhos.

Homem-Formiga de 2015 foi uma produção problemática que perdeu seu primeiro diretor, Edgar Wright, devido a um conflito nos bastidores associado ao antigo Comitê Criativo da Marvel. Peyton Reed teve muito mais liberdade com Homem-Formiga e a Vespa de 2018, mas em geral foi visto como uma oportunidade perdida no MCU.

Mas é seguro presumir que a Marvel não teria aprovado Homem-Formiga 3 se não achasse que tem potencial. Reed pode garantir que Homem-Formiga 3 seja um filme melhor, corrigindo os erros dos dois primeiros filmes.

Tornando o Homem-Formiga mais interessante

Os dois primeiros filmes do Homem-Formiga se basearam amplamente no fato de fazer parte do MCU. A luta entre Scott Lang e Falcão foi um destaque de Homem-Formiga, enquanto a maioria dos espectadores se sentiu atraída pela sequência porque considerou a configuração essencial para Vingadores: Ultimato.

Para Homem-Formiga 3, a Marvel precisa abandonar toda essa abordagem e focar nos próprios personagens. Felizmente, os eventos de Homem-Formiga e a Vespa e Vingadores: Ultimato tornaram isso muito mais fácil.

O retorno de Janet Van Dyne alterou drasticamente a dinâmica da família Pym, enquanto o salto de cinco anos de Vingadores: Ultimato significa que Scott Lang agora precisa conhecer sua filha novamente, porque ela se tornou uma adolescente, interpretada por Emma Fuhrmann.

A mudança no status quo significa que os Pym e os Lang nunca foram tão interessantes por si mesmos. A versão “nova” de Cassie deve formar o centro emocional deste filme.

A versão mais jovem de Abby Ryder Fortson foi um dos destaques de ambos Homem-Formiga e Homem-Formiga e Vespa, uma criança que era amada pelo seu pai, um super-herói. Ela fará muita falta, mas a reformulação oferece uma oportunidade para um arco emocionante baseado diretamente dos quadrinhos.

Nos quadrinhos da Marvel, Cassie é inspirada no exemplo de seu pai para se tornar uma super-heroína, adotando o codinome “Estatura” e se juntando aos Jovens Vingadores. A Marvel deliberadamente deixou a porta aberta em Homem-Formiga e a Vespa para os Jovens Vingadores formarem, e há intensa especulação de que a equipe de super-heróis possa ser apresentada na Fase 5.

Essa é a oportunidade perfeita para Cassie assumir o centro do palco. É importante lembrar que Peyton Reed teve anos para planejar a trajetória da história do Homem-Formiga.

Logo após o lançamento de Homem-Formiga e a Vespa, ele notou que já estava conversando com os roteiristas e produtores sobre como os diferentes arcos dos personagens seriam abordados. Tudo o que Reed precisa fazer é permitir que seu amor por esses personagens brilhe e o Homem-Formiga seja o coração de sua história.

Usando a tecnologia corretamente

A capacidade de mudar de tamanho parece uma habilidade impressionante, mas até agora, os filmes do Homem-Formiga ainda não o exploraram em todo o seu potencial. Houve alguns momentos agradáveis, mas eles foram poucos e distantes entre si, e frequentemente pareciam como se fossem feitos para os trailers.

Mais frequentemente, a tecnologia de mudança de tamanho tem sido adotada por humor, como uma sequência estendida em que o regulador de tamanho de Scott Lang funcionava mal e ele acabava preso ao tamanho de uma criança. Dois elementos de Homem-Formiga e a Vespa mostram o caminho para a Marvel usar esse poder adequadamente na nova sequência.

O primeiro foi uma cena de combate em que Hope Van Dyne enfrentou os capangas de Sonny Burch, caminhando sem esforço por eles. Os coreógrafos de luta garantiam que todo o estilo de combate de Hope fosse orientado para a mudança de tamanho, que ela costumava lançar ataques furtivos devastadoramente eficazes e evitar as lâminas lançadas.

Enquanto isso, os cenógrafos também foram mais criativos do que o próprio roteiro quando se tratava de descobrir como o laboratório de Hank Pym deveria funcionar. Em uma análise mais aprofundada, ele construiu o laboratório alterando o tamanho de objetos do cotidiano, e tudo era alimentado por uma enorme versão de uma bateria Duracell.

Explorando o Reino Quântico

Partindo disso, as Partículas Pym são uma das duas únicas maneiras de acessar o Reino Quântico (a outra são os anéis usados ​​pelos Mestres das Artes Místicas). O Reino Quântico ainda é surpreendentemente subdesenvolvido, servindo apenas como um dispositivo conveniente para permitir a viagem no tempo em Vingadores: Ultimato.

Seu potencial é ilustrado pelos quadrinhos, servindo como um análogo do MCU para dois planos da realidade dos quadrinhos, o Microverso e outro reino chamado Limbo. O Microverso é uma realidade subatômica habitada por inúmeras raças alienígenas, mas a Marvel não pode legalmente usar esse nome devido à sua conexão com os Micronautas.

Já o Limbo é uma dimensão misteriosa que existe fora das regras normais do espaço-tempo, com qualquer viajante do tempo passando por ele brevemente. Artes conceituais de Homem-Formiga e a Vespa demonstram que a Marvel brincou com inúmeras idéias diferentes para o Reino Quântico, variando de realidades psicodélicas a lugares de memórias.

No final, nada disso chegou às telonas. O que a maioria dos espectadores viu foi uma cena de uma misteriosa cidade alienígena, provando que o Reino Quântico é habitado.

Chegou a hora da franquia do Homem-Formiga deixar de lado o tema de roubos e abraçar a “Jornada ao Desconhecido”, que era uma parte essencial dos quadrinhos originais. Homem-Formiga 3 é uma oportunidade única para a Marvel explorar o Reino Quântico em detalhes, com Janet Van Dyne servindo como uma espécie de guia turístico, já que ela viveu lá por décadas.

Desta vez, porém, o foco deve ser nítido. O roteiro precisa evitar distrações inúteis, como a trama de Sonny Burch, que parecia irrelevante em Homem-Formiga e a Vespa e contribuía pouco para o MCU como um todo. Com todas as lições aprendidas, Homem-Formiga 3 pode ser incrível.

A Marvel Studios está DESTRUINDO a Marvel Televison! E esses 8 heróis da Marvel tem os mesmos poderes que heróis da DC! Saiba quais heróis da Marvel o Asa Noturna derrota ou não! O maior fracasso do MCU vai ganhar reboot e já temos detalhes! Foi confirmado que na Disney+ terão séries dos X-Men, do Homem-Aranha e do Quarteto Fantástico! Tudo isso você encontra no Observatório de Séries!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio