O grande crossover da CW, Crise nas Infinitas Terras, finalmente vai explorar um dos maiores vilões da DC: O Anti-Monitor.

Assim como Brainiac, Apocalypse e Darkseid, o Anti-Monitor é um dos maiores vilões da DC nos quadrinhos, sempre ameaçando a destruição do multiverso.

Porém, em entrevista recente, o ator Lamonica Garrett, que vai interpretar o Anti-Monitor em Crise nas Infinitas Terras, afirmou que as motivações do personagem são bem simples.


“Não há um propósito maior. Ele apenas é mau”, disse o astro de Crise nas Infinitas Terras.

Em um ano em que tivemos um vilão cheio de complexidades e nuances como Thanos, de Vingadores: Ultimato, esta é uma péssima notícia. Certo?

Em um artigo, o CBR falou sobre as diferenças de Thanos e do Anti-Monitor.

Thanos estava certo?

Um dos aspectos mais interessantes de Thanos era a sua motivação. Sim, ele queria destruir metade dos seres do universo, mas havia um propósito maior por trás disso tudo.

Em meio a toda a violência e crueldade, Thanos tinha um motivo nobre para fazer o que ele fazia. Ele queria equilíbrio. Ele enxergava que o problema da falta de recursos naturais seria resolvido com menos pessoas vivas. É uma forma errada e cruel de enxergar as coisas, mas havia complexidade no ideal de Thanos.

Ou seja, o espectador entende o ponto do vilão – e alguns até concordam com suas ideias, o que é um pouco assustador. Infelizmente, esse não parece ser o caso do Anti-Monitor em Crise nas Infinitas Terras.

Um vilão típico do Arrowverso

O Arrowverso já teve bons vilões, como o Exterminador e Merlyn em Arrow, mas recentemente, os adversários dos heróis de Crise nas Infinitas Terras têm sido bastante unidimensionais.

O Flash Reverso, por exemplo, é um vilão simplesmente porque tem que ser e isso é fraco em uma história. Dizer que o Anti-Monitor é mau simplesmente porque ele é o oposto do Monitor – que é bom – é simplificar demais uma história que pode e deve ser mais interessante.

Nos quadrinhos da DC, especialmente nos Novos 52, mais camadas foram apresentadas para o personagem do Anti-Monitor, e um pouco mais de sua origem e motivações foram exploradas.

Crise nas Infinitas Terras poderia fazer o mesmo, mas pelas declarações do astro que vai interpretar o Anti-Monitor, o personagem será simplesmente mau e pronto, o que o torna bem diferente do impactante Thanos que o MCU entregou.

Crise nas Infinitas Terras será dividido em 5 partes: as três primeiras em 2019 (Supergirl em 8/12; Batwoman em 9/12; e The Flash em 10/12), enquanto os dois episódios finais só vão ao ar em 14 de janeiro de 2020, com Arrow e Legends of Tomorrow.