Depois de obter todas as Joias do Infinito e realizar o seu desejo de eliminar 1/3 da vida no universo, Thanos parecia invencível. Porém, em Vingadores: Ultimato o titã acaba morrendo pelas mãos de Tony Stark, que o elimina da existência de uma vez por todas.

Mesmo sendo mais poderoso do que todos os heróis da Marvel, Thanos acabou morrendo em Vingadores: Ultimato. No fim das contas, como disse o ScreenRant em um artigo, Thanos foi destruído por sua arrogância.


A arrogância de Thanos

Em uma cena no meio de Vingadores: Ultimato, a Nebulosa de 2014 – que ainda é leal a Thanos – diz a ele que os Vingadores não suspeitam que ela está infiltrada entre eles. Thanos diz a ela que “os arrogantes nunca suspeitam”.

Essa frase reflete o destino de Thanos ao final de Vingadores: Ultimato. No alto de sua arrogância, o titã achava que era invencível. Ele não esperava que alguém pudesse ter força suficiente para detê-lo – e de fato não tinham – mas seu descuido fez com que ele não percebesse que Tony Stark havia obtido as Joias do Infinito.

No fim, quando Thanos diz “Eu sou inevitável”, ele mostra que estava certo no que disse à Nebulosa. Os arrogantes de fato nunca suspeitam de nada.

Vingadores: Ultimato mostra os heróis da Marvel tentando salvar a humanidade da ameaça que Thanos (Josh Brolin) representa. O elenco conta com estrelas consagradas da Marvel, como Robert Downey Jr, Chris Evans, Scarlett Johansson, Mark Ruffalo e Jeremy Renner.

Vingadores: Ultimato está disponível em DVD e Blu-ray.