O Irlandês pode ser o filme mais comentado da Netflix em 2019, mas é História de um Casamento que, na verdade, é o melhor filme do serviço de streaming este ano. Foi mais um ano marcante para os filmes originais da Netflix, tendo conquistado várias estatuetas do Oscar com Roma em fevereiro, e eles estão prontos para repetir esse sucesso (e talvez até expandi-lo) com O Irlandês e História de um Casamento.

Dirigido por Martin Scorsese, O Irlandês é um épico criminal que custou US$ 160 milhões, contando a vida de Frank “O Irlandês” Sheeran, vivido por Robert De Niro, ao longo de várias décadas, com um uso intenso da tecnologia de CGI. História de um Casamento, de Noah Baumbach, feito com apenas US$ 18 milhões, é um assunto muito mais íntimo, contando a história de Nicole (Scarlett Johansson, que interpreta a Viúva Negra da Marvel) e Charlie (Adam Driver, de Star Wars) durante o divórcio.

Ambos os filmes são ótimos e, ao lado de Roma, representam a melhor vitrine do que a Netflix pode oferecer como estúdio de cinema.


No entanto, embora O Irlandês receba mais atenção, é História de um Casamento que merece mais destaque. O filme de Baumbach é um belo retrato de amor, e tudo o que vem com ele: as coisas boas e ruins, em toda a sua crueldade e admiração.

História de um Casamento: uma experiência mais íntima

História de um Casamento é o tipo de filme que te assombra por muito tempo depois que os créditos aparecem, seja pensando em seus grandes momentos de suspense, que se desenrolam de maneira chocante e visceral ou na ternura silenciosa que existe entre toda a raiva e dor.

Tudo isso é liderado pelo trabalho superlativo de Johansson e Driver, que estão nas melhores atuações de suas carreiras (além de Laura Dern, ótima como sempre). É um filme que, nas mãos erradas, poderia ter tomado muitas direções diferentes (e piores), sendo pretensioso ou amargo.

Baumbach, aproveitando suas próprias experiências, atinge cada nota perfeitamente. História de um Casamento é um filme que fala com todos que estiveram em um relacionamento: é ao mesmo tempo específico e totalmente relacionável, capaz de ser extremamente engraçado ou totalmente devastador.

Grande ano para a Netflix

O Irlandês, claramente, também é excelente. O mais recente filme de Scorsese é uma obra brilhante por si só, e sua temática é tão rica quanto você esperaria do diretor e de seus bons colegas com um humor tão reflexivo.

Mas O Irlandês ainda não se compara com as ressonâncias emocionais de História de um Casamento, que é um filme com momentos que, semanas depois de ter sido assistido, ainda podem fazer você sentir vontade de sorrir ou chorar (e talvez os dois ao mesmo tempo).

História de um Casamento também é, em um sentido mais literal, o melhor filme da Netflix em 2019. Ambos parecem ótimos e devem ser vistos em uma tela grande sempre que possível, mas as mais de três horas de O Irlandês requerem muito mais investimento para visualização em casa, o que talvez seja um dos motivos para algumas pessoas acharem chato.

História de um Casamento não é exatamente curto, e às vezes pode ser um filme pesado (embora bem equilibrado), mas ainda é mais confortável para assistir de uma vez só. Essa é apenas outra vantagem, embora o que torna o filme realmente ótimo seja todo o resto: as performances, o roteiro, a direção e o poder emocional bruto que realmente fica com você.

O Irlandês é excelente, mas História de um Casamento é o melhor de 2019 da Netflix, e os dois são alguns dos mais marcantes dos últimos anos.