Atenção! Contém spoilers da temporada final de Supernatural

Dean Winchester realmente não tem descanso na temporada final de Supernatural. Além da luta contínua dos irmãos contra Deus, Dean também tem que enfrentar as visões de Sam, seu relacionamento complicado com Castiel e um número de inimigos cada vez maior.

Em “Last Call”, Dean enfrenta o pior monstro já mostrado em Supernatural: uma versão terrível de si mesmo, representada pelo reflexo de suas ações na vida de alguém bastante próximo.


O site CBR explicou o que aconteceu; confira abaixo!

Fantasia

No episódio mais recente de Supernatural, Dean se aventura sozinho no caso de uma garota desaparecida, que afirma ter sido vítima do “arrebatamento”. Pensando se tratar de mais uma obra de Chuck, o Winchester traça os passos da jovem até um bar no Texas.

Lá Dean reencontra Lee Webb, um antigo parceiro de casa que ele não via há mais de 10 anos. Os dois botam o papo em dia, bebem, cantam e passam a noite se divertindo. No entanto, fica claro que algo não está certo ha história de Lee.

Primeiramente, Dean se surpreende ao reencontrar o caçador, já que ele foi tido como morto após trabalhar um caso com John Winchester. Perguntado sobre o que aconteceu, ele desvia o assunto e se nega a responder.

Dean fica ainda mais desconfiado quando mostra uma foto da garota desaparecida a Lee. Quando a bartender Lorna oferece uma possível pista para o Winchester, Lee faz de tudo para direcioná-lo a um lago.

Pouco tempo depois, Dean descobre o corpo da garota na carroceria de seu carro. Lee aparece de surpresa e ataca o Winchester.

A decisão de Lee

Dean acorda amarrado em uma cadeira no porão do bar de Lee, com um tubo de gotejamento ligado à sua veia. O sangue do protagonista é usado para alimentar uma estranha criatura aquática.

Segundo Lee, esse monstro é um Mariad, espécie de demônio que garante desejos para quem o alimente. Após encontrar a criatura em sua última caçada, Lee decide ficar com ela como “seguro de aposentadoria”. Desde então, ele usa vítimas inocentes para alimentar a criatura.

Naturalmente, Dean fica interessado em saber por que Lee trocou de lado. O personagem explica, afirmando que o mundo não se importa se você é bom ou mau. As recompensas são o verdadeiro sentido da vida.

O maior erro de Lee é deixar Dean sem supervisão, para ser morto pela criatura. É claro que o Winchester dá um jeito de escapar, e persegue o ex-amigo após matar a criatura. Em seus momentos finais, Lee faz uma revelação a Dean que carrega todo o sentido do caso da semana.

“Eu sou você, Dean. Sou o você que acordou e percebeu que o mundo não tinha conserto”, declara o vilão.

Uma história assustadora

A história de Lee e Dean chama a atenção por algumas razões. A primeira são as referências a um dos episódios mais assustadores de Supernatural: The Benders. Nele, Sam e Dean não enfrentam monstros, mas sim humanos aterradores.

Outro motivo é a semelhança inegável entre a história de Dean e Lee. Lee é, na superfície, tudo que Dean sempre sonhou ser fora do mundo da caça. Na verdade, o público já presenciou essa fantasia de Dean quando o arcanjo Miguel predeu a mente do personagem na ilusão de um bar e uma bela bartender.

De tempos em tempos, Supernatural faz bem em lembrar que Dean poderia ter seguido um caminho bem diferente se não fosse um personagem tão honrado e altruísta.

Veja quando o episódio final de Supernatural vai ao ar! Mistério na temporada final de Supernatural pode levar a retornos inesperados! Você viu que Supernatural não parou a produção por causa da prisão de Jared Padalecki? Conheça os momentos mais superestimados de Supernatural e o novo visual de Dean Winchester! Além disso, uma das estrelas quebrou o silêncio sobre um briga de bastidores! Tudo isso e muito mais pro Observatório de Séries.

Supernatural exibe sua temporada final.