Teoria insana de Vingadores: Ultimato explica mistério das Joias do Infinito no MCU

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma única fala de Vingadores: Ultimato pode indicar uma mudança extremamente importante no MCU. De acordo com uma teoria compartilhada pelo site Screen Rant, o filme confirma que a Manopla do Infinito já foi utilizada para recriar o universo pelo menos uma vez.

A história das Joias do Infinito é um grande mistério no MCU. As origens dos artefatos podem ser explicadas em Os Eternos, novo filme da Marvel que chega aos cinemas em 2020.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira abaixo tudo sobre a teoria apresentada no Screen Rant!

A idade do Universo

Até agora, apenas um personagem falou sobre a história das Joias do Infinito do MCU. A “explicação” foi dada pelo Colecionador em Guardiões da Galáxia. Segundo o personagem de Benicio Del Toro, as Joias existiam antes mesmo da criação do Universo.

“Antes da criação… houveram 6 singularidades. Então o universo explodiu em existência, e o resto desses sistemas foi forjado em materiais concentrados… as Joias do Infinito”, afirma o personagem.

O relato do Colecionador confirma os eventos de Thor: Mundo Sombrio, que afirma que os Elfos Sombrios governaram o último universo, que aparentemente havia entrado em colapso e se tornado um mundo de escuridão eterna.

A fala de Thanos

Tudo isso deixa uma cena de Vingadores: Ultimato ainda mais impressionante. Após batalhar os Vingadores, o Titã muda de ideia. Ao invés de eliminar metade da vida do Universo, ele escolhe eliminar a vida por completo, sabendo que sobreviventes nunca conseguiriam se adaptar à nova realidade.

“Com as Joias que você coletou, eu vou criar um novo Universo. Cheio de vida, que não sabe o que perdeu porque só conhece o que ganhou. Um universo grato”, afirma o vilão.

Isso dá a entender que o universo da Marvel já pode ser passado por outras recriações e ninguém se deu conta.

Nas HQs

Surpreendentemente, existe um precedente nas HQs para essa ideia.

Na série Ultimates 2, o escritor Al Ewing revela que o Universo da Marvel já contou com encarnações anteriores, cada uma criada e destruída por um evento cósmico.

Cada existência é representada por um avatar da própria criação. O avatar inicial, conhecido como Primeiro Firmamento, criou os Celestiais. Os personagens queriam imitar a criação, e acabaram causando uma grande guerra que deve ser explorada em Os Eternos.

O universo atual da Marvel nas HQs é a oitava encarnação da dimensão, conhecido como o Oitavo Cosmos. Ele foi criado das ruínas deixadas pelas Guerras Secretas de Jontahan Hickman.

Uma mudança de Universos explicaria também porque Odin tinha uma Manopla em seu cofre em Asgard. Em Thor: Ragnarok, Hela explica que o artefato é falso. Mas mesmo assim, qual seria sua origem? Os fãs consideraram essa explicação pouco satisfatória.

Os Eternos estreia em novembro de 2020.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio