Agora, os fãs da Marvel sabem da importância de Thor: Ragnarok (2017), filme que resgatou a franquia e tornou o personagem interessante depois do fiasco de Thor: O Mundo Sombrio (2013), mas a verdade é que o longa dirigido por Taika Waititi poderia ter sido bem diferente.

De acordo com o usuário do Reddit, “SamuelBurns2200”, que diz ter um amigo que trabalhou na Marvel entre 2015-2017, Thor: Ragnarok teria uma trama bem diferente, sendo voltado para o gênero de terror.

Mas como seria esse filme de terror com Thor? O ComicBook falou sobre isso em um artigo.


Terror em Asgard?

Segundo os rumores, Thor: Ragnarok (sem a presença do diretor Taika Waititi) seria um filme de terror, bem fiel à lenda de Ragnarok Nórdica (em que todos morrem no final).

Loki teria o Tesseract durante o filme, mas isso só seria revelado ao final da trama. O fã também relata que o fim de Odin seria bem diferente em Thor: Ragnarok. Odin seria encontrado como um homem sem-teto nas ruas de Nova York, sendo assassinado por Hela na frente de Thor e Loki.

Segundo o relato, essa cena quase chegou na versão final de Thor: Ragnarok, mas acabou sendo cortada depois de uma má recepção nas exibições de teste do longa.

Todos os momentos de Sakaar, da HQ “Planeta Hulk”, seriam mantidos, mas eles seriam retratados com um tom mais sombrio e sério. A Valquíria, por exemplo, teria o seu alcoolismo retratado com seriedade, e não de forma humorística – que é a maneira com que Thor: Ragnarok acabou lidando com todas as tramas.

Nessa versão, quem contaria para Thor que Hela é sua irmã seria a Valquíria, e não Odin. O final do longa seria extremamente trágico, com a Valquíria se sacrificando para libertar o Surtur – e morrendo no processo – culminando na destruição de Asgard, e no encontro de Thor com os Guardiões da Galáxia em Vingadores: Guerra Infinita.

Mais detalhes sobre essa possível versão inicial de Thor: Ragnarok podem ser encontrados aqui.

Próximo filme do herói, Thor: Amor e Trovão estreia em 5 de novembro de 2021.