Vikings, do History Channel, mostrou muitos personagens morrerem em diferentes circunstâncias – alguns em batalha, outros por traição e outros, como Sigurd Ragnarsson, pelas mãos de um membro da família. Criada por Michael Hirst, Vikings acompanhou inicialmente a vida e as aventuras do lendário herói nórdico Ragnar Lothbrok (Travis Fimmel) e seus irmãos, desde o início da Era Viking.

À medida que progredia e mais personagens eram introduzidos, a série mudou seu foco para os filhos de Ragnar e suas próprias jornadas, com Ragnar morrendo na quarta temporada. Vikings agora está se preparando para sua sexta e última temporada, que mostrará os filhos de Ragnar, Bjorn Ironside e Ivar, lutando entre si pelo futuro da Noruega, prometendo tanta ação e sangue quanto as temporadas anteriores.

Com o final se aproximando rapidamente, parece um bom momento para olhar para alguns desses personagens que encontraram seu destino provavelmente muito cedo – como Sigurd, quarto filho de Ragnar.


Assim como seu pai, Sigurd morreu na quarta temporada, mas em circunstâncias muito diferentes que surpreenderam os espectadores e os fizeram pensar por que os roteiristas decidiram matá-lo.

Por que o personagem foi morto

Ragnar Lothbrok teve cinco filhos – Bjorn (com sua primeira esposa, Lagertha), Ube, Sigurd, Hvitserk e Ivar (com sua segunda esposa, Aslaug) – que não têm o relacionamento mais fraterno. Caso em questão: o assassinato de Sigurd por Ivar.

No final da quarta temporada, intitulado “The Reckoning”, os irmãos se reuniram para discutir qual seria o próximo plano: Bjorn queria invadir o Mediterrâneo, enquanto Ivar propôs ataques contínuos na Inglaterra. Sigurd levantou-se e falou publicamente contra Ivar, zombando dele e lembrando-o de que a única pessoa que o amava (a mãe) havia desaparecido.

Com raiva, Ivar jogou um machado em Sigurd, que morreu no local. Foi bem abrupto.

Ao contrário de outros personagens, como Siggy, não havia um motivo para os bastidores da morte de Sigurd – mas era importante para o futuro da série, especialmente como parte do arco de Ivar. Em uma entrevista à TV Guide, Michael Hirst compartilhou que matar Sigurd fazia parte do personagem de Ivar, pois ele provou desde o início ser um homem muito perigoso que não hesita em matar ninguém.

Hirst acrescentou que ele não acha que o assassinato de Sigurd definiu Ivar (como ele havia matado antes sem motivo aparente), sendo mais um marcador de sua personalidade e ações. Embora alguns fãs da série achem a morte de Sigurd necessária, a verdade é que isso ajudou a adicionar ao personagem de Ivar, porque se ele pode matar seu próprio irmão sem sequer pensar nisso, ele pode matar praticamente qualquer pessoa a qualquer momento.