Cuidado! Spoilers de Messiah, da Netflix.

Messiah, da Netflix, conta a história do misterioso Al-Masih/Payam, um homem que se revela como uma espécie de novo Jesus, que vem à Terra e passa a realizar diversos milagres que o legitimam perante a sociedade.

Messiah também traz uma trama de 3ª Guerra Mundial, que é explorada de forma assustadora e bem semelhante ao que estamos vendo no mundo real. Em um artigo, o CBR falou sobre essa trama.


Semelhança com a realidade

As semelhanças de Messiah com nossa realidade não são mera coincidência. Pouco tempo depois da estreia da série na Netflix, o mundo recebeu a notícia da morte do general Qasem Soleimani, do Irã, que era considerado um inimigo dos EUA e do Presidente Donald Trump – que permitiu o ataque.

Tudo isso gerou um clima de animosidade entre os EUA e o povo do Oriente Médio, o que é bem similar ao que acontece em Messiah. Na série, o protagonista chega a se encontrar com o Presidente dos EUA para pedir que ele retire as tropas de locais como Síria, Iraque e Palestina, mas o político não aceita a sugestão.

Os militares americanos querem manter o controle do Oriente Médio – por conta de petróleo – e o protagonista de Messiah encontra dificuldades em impedir a 3ª Guerra Mundial.

A série também mostra o preconceito contra imigrantes e explora a Islamofobia. Todos os eventos de Messiah, apesar de fictícios, refletem temáticas e eventos parecidos com os do nosso mundo, o que é algo extremamente preocupante.

Messiah já preparou o terreno para a 3ª Guerra Mundial, e esperamos que ela não seja uma realidade no nosso mundo também.

Messiah está disponível na Netflix.