Drácula estreou na Netflix na última semana após ser exibida em um evento especial da BBC. A série compartilha os criadores Steven Moffat e Mark Gatiss com Sherlock, outra produção de grande sucesso da emissora britânica.

Os dois primeiros episódios da série tem sido extremamente elogiados, enquanto o terceiro sofre críticas de especialistas por várias decisões polêmicas dos produtores.

De acordo com o site CBR, Drácula conta com vários furos em seu roteiro. Confira abaixo os furos do roteiro de Drácula segundo o site CBR.


Oportunidade perdida

No primeiro episódio de Drácula, a irmã Agatha Van Helsing consegue chegar perto do vampiro sem ser atacada por ele, já que o vilão não poderia entrar no convento sem ser convidado. Ela se aproxima ao máximo do personagem mas por alguma razão não aproveita a oportunidade para apunhalá-lo com a estaca, mesmo segurando a arma.

É uma decisão questionável de uma personagem inteligente. Toda a missão de Agatha era matar o vampiro, e mesmo assim ela o deixa escapar.

O caso de Demeter

No segundo episódio, Vlad aterroriza os passageiros e tripulação do navio Demeter. A jornada se conclui com os sobreviventes concluindo que Agatha era a vítima escondida pelo vampiro a bordo. Juntos com a freira, eles conseguem dominar Drácula, ateiam fogo ao vampiro e o jogam do navio.

Agatha é infectada por sua mordida, e quando os dois últimos sobreviventes deixam o navio, a freira e o capitão Sokolov decidem queimar os restos do navio antes da chegada à Inglaterra. No entanto, Drácula sobrevive, nada de volta ao navio e mata o Capitão.

Quando ele se afasta, Agatha poderia facilmente ter acendido o pavio e explodido o navio, mas em outra atitude questionável, não considera a opção.

Jovem para sempre

Antes de consumir o sangue de Jonathan Harker no primeiro episódio, Drácula aparece como um velho caquético. Ele retorna à sua forma jovem depois de se alimentar. No entanto, quanto ele permanece 123 anos preso no Demeter, sua aparência continua a mesma.

Alguns fãs acreditam que isso aconteceu porque o caixão do vampiro continha terra da Transilvânia, porém nada disso foi confirmado.

A fraqueza de Drácula

No episódio final de Drácula, Zoe conclui que todas as fraquezas de Drácula se relacionam com o grande medo que o vampiro tem da morte.

Agatha explica que vampiros existem para se alimentar de mortais, mas o que aterroriza Drácula é o fato dele não ter coragem de morrer. Agatha afirma que o vampiro é descendente de uma linhagem de guerreiros que morreu em batalha, exceto por ele, que escapa da morte por pura covardia.

A explicação não agradou muitos fãs, que consideraram a saída fácil e clichê para uma produção tão elaborada.

Drácula está disponível na Netflix.