Cuidado! Spoilers de Messiah, da Netflix.

Messiah, da Netflix, conta a história de Al-Masih, um homem que possui a habilidade de se conectar com as pessoas de uma forma especial, transformando-se em uma espécie de segundo Messias.

Porém, o final da 1ª temporada de Messiah deixa em cheque a real identidade e importância de Al-Masih. Será que ele é o verdadeiro Messias, ou um falso profeta?


Em um artigo, o ScreenRant falou sobre a grande reviravolta do final de Messiah, da Netflix.

Anticristo ou salvador?

Toda a 1ª temporada de Messiah gira em torno do entendimento – ou não – de Al-Masih/Payam Golshiri e de suas motivações.

Na série, é revelado que Payam foi criado para ser um mágico no Irã, e que seu pai via esse potencial como uma forma de ganhar dinheiro. Esse histórico coloca em cheque as habilidades do protagonista, que pode ser uma fraude que está simplesmente utilizando pessoas em seu benefício próprio.

O protegido de Payam, Jibril Medina, surge então como um contraponto, já que a série sugere que talvez ele possa ser o verdadeiro Messias que a humanidade busca. Mesmo com a dúvida, o final de Messiah mostra novamente o poder de Payam.

Payam não só sobrevive a uma queda de avião ao final da 1ª temporada de Messiah, mas também traz Aviram – um homem com uma conexão forte – de volta à vida.

Esse evento deveria encerrar de uma vez por todas as dúvidas em torno de Al-Masih, mas no fim, o espectador de Messiah é desafiado. Será que o que você está vendo é real, ou apenas um truque de mágica?

Resta agora esperar pela 2ª temporada de Messiah para descobrir as verdadeiras motivações de Al-Masih, descobrindo também qual caminho ele seguirá a partir disso.

Messiah está disponível na Netflix.