Publicidade

Série com atriz de Vingadores: Ultimato é produção problemática da Netflix; veja

Publicado por Alexandre Guglielmelli

30/01/2020 19:00

The Goop Lab, série documental produzida e criada por Gwyneth Paltrow, estreou na Netflix nesta semana prometendo abordar uma série de métodos de terapia física e emocional não ortodoxos. A produção causou polêmica antes mesmo de estrear.

Para quem estava esperando um conteúdo extremamente polêmico e bizarro, pode ficar decepcionado. The Goop Lab é basicamente uma propaganda estendida da empresa de Gwyneth Paltrow.

Mesmo assim, The Goop Lab foi bastante criticada por divulgar métodos que não contam com apoio científico.

O site Screen Rant explicou essa história; confira abaixo!

Responsabilidade?

Como uma empresa de entretenimento, a Netflix tem direito de colocar qualquer conteúdo no ar. No entanto, a plataforma deve analisar os efeitos de um conteúdo fictício sendo divulgado como factual para um grande número de pessoas, dado o potencial da companhia.

A polêmica vem em uma época em que várias empresas de tecnologia são responsabilizadas pelo conteúdo que permitem em suas plataformas. O Facebook, por exemplo, recentemente foi alvo de protestos após permitir a divulgação de propaganda anti-vacina.

Enquanto outras pessoas tenham levantado a mesma preocupação sobre séries similares presentes na Netflix, o caso de The Goop Lab é diferente pois a produção foi feita pela própria plataforma. No caso das outras séries, a Netflix estava apenas as hospedando, não as produzindo.

Assim, a Netflix está investindo cada vez mais em produções desse tipo para angariar polêmicas e aumentar o interesse do público.

Não há nada de errado com o fato da Netflix exibir uma série como The Goop Lab. Porém, de acordo com o Screen Rant, a produção deveria ter incluído visões diferentes das mostradas pela empresa de Gwyneth Paltrow.

The Goop Lab está disponível na Netflix.

Publicidade