O Geralt de Henry Cavill pode até ser o personagem mais conhecido de The Witcher, porém quem rouba a cena na série da Netflix é Yennefer. A feiticeira encantou os fãs desde sua primeira aparição, e sua jornada é a mais interessante da primeira temporada.

Mas afinal de contas, a personagem da série The Witcher conseguiu capturar o espírito da figura dos livros de Andrzej Sapkowski? O site CBR tentou responder essa pergunta.

Confira abaixo as conclusões do CBR!


Yennefer de Vengerberg

Yennefer de Vengerberg começa sua história em The Witcher em uma fazenda na área rural do Continente. A garota nasce com várias deformidades físicas e sofre muito antes de ser levada para a academia de Aretuza. Em sua primeira noite na escola mágica, ela tenta suicídio.

Eventualmente, Yennefer consegue dominar a magia do caos e se torna a feiticeira poderosa que incendia o exército de Nilfgaard no fim da primeira temporada.

A personagem começa a série buscando amor e adoração acima de tudo, mudando seu foco para a jornada de poder e controle com a progressão de sua trama. Essa mudança também a impede de ter filhos, algo que se torna um arrependimento grave no arco da personagem.

Anya Chalotra consegue expressar visualmente as emoções de Yennefer, em um arco que começa com vulnerabilidade e termina com poder absoluto, sempre orientado por suas experiências de vida.

Diferenças

Yennefer é em grande parte fiel à personagem estabelecida pelo criador da saga literária. A Netflix também faz modificações importantes nos próprios conceitos de magia de The Witcher, algo que afta diretamente a trama da personagem.

Nos livros, Yennefer nunca toma uma decisão consciente de ser tornar infértil, já que a mudança é apenas uma consequência eventual do uso da magia, algo que não acontece com todas as feiticeiras.

A relação de Yennefer com Geralt também é diferente da série da Netflix. Nos livros, Yennefer aceita o personagem logo após a libertação do Djinn, expressando incerteza sobre a relação mas compreendendo inteiramente o motivo da ligação dos dois.

Na adaptação, Yennefer não sabe qual foi o último desejo de Geralt. Isso causa uma discussão pesada no episódio “Rare Species”, no qual ela descobre a verdade.

A grande diferença é que nos livros os leitores descobrem apenas eventualmente o motivo de Yennefer parecer fria e calculista sob muitas perspectivas. Esses aspectos da personalidade da feiticeira vêm por tudo que ela sofreu em sua infância e juventude.

Na série, essa diferença de personalidade é estabelecida no início da trama da personagem, e o público testemunha completamente a ascensão de Yennefer ao posto de feiticeira mais poderosa da série.

The Witcher já foi renovada para a 2ª temporada.