Após a compra da Fox pela Disney, os personagens de X-Men e o Quarteto Fantástico ficaram disponíveis para o MCU. No entanto, a chegada dos mutantes no Universo da Marvel ainda deve demorar para acontecer. E isso pode ser uma jogada de gênio para a companhia.

Na Comic-Con de San Diego do ano passado, Kevin Feige divulgou o calendário de lançamento do MCU para os próximos 2 anos. Agora, o Universo da Marvel passa também a contar com as séries do Disney+, que estarão completamente ligadas aos filmes.

Uma teoria compartilhada no Reddit apresenta uma maneira interessante dos personagens serem introduzidos no MCU; confira abaixo!


Já chegaram

Em Vingadores: Era de Ultron, o MCU confirma que outras pessoas sofreram com os experimentos da Joia da Mente, além de Feiticeira Escarlate e Mercúrio. Os irmãos foram os únicos sobreviventes, e de acordo com a teoria, só conseguiram superar o experimento pois tiveram o Gene-X acordado.

Isso significa que Wanda e Pietro tinham o Gene-X adormecido, mas que só ganharam os poderes após os experimentos com a Joia da Mente.

Mas como o Gene-X surgiu? Nas HQs da Marvel ele foi criado pelos Celestiais, junto com os Xartans, Eternos e Deviantes. Sendo assim, o filme dos Eternos pode introduzir esse conceito no MCU.

Ativação

Se o Gene-X de Wanda e Pietro foi ativado pela Joia da Mente, como o resto dos mutantes ganhariam seus poderes? Só com algo maior do que qualquer Joia do Infinito individual: o Estalo.

A onda de energia criada pelos Estalos de Thanos, Hulk e Tony Stark podem ter emitido energia suficiente para ativar o Gene-X dormente de inúmeras pessoas.

E agora? A Marvel tem a missão de desenvolver melhor essa história, que tem tudo para acontecer na série WandaVision e no filme Os Eternos.