Por muito tempo, a Netflix deteve o monopólio das plataformas de streaming, reinando dominante entre as concorrentes. Com o passar dos anos, serviços como Amazon e Hulu começaram a ameaçar a soberania da plataforma com grandes investimentos em conteúdo original.

Em 2020, a Netflix deve enfrentar seu ano mais complicado na concorrência com outras plataformas. De acordo com o site Tech Cruch, a empresa tem uma carta na manga que pode dar dor de cabeça para os concorrentes.

Confira abaixo!


Parceria

A Netflix anunciou nesta semana uma importante parceria com a Samsung. A união foi revelada no evento Samsung Unpacked, e fez a alegria de usuários dos smartphones da marca.

De acordo com o anúncio, a Samsung vai disponibilizar para proprietários dos smartphones da linha Galaxy conteúdo especial associado às séries mais populares da Netflix. A parceria também também servirá para integrar o serviço de streaming completamente aos dispositivos da empresa.

Estrategia antiga

A segunda parte da parceria entre a Netflix e a Samsung é bastante simples. Nesse caso, os usuários de smartphones da companhia poderão controlar o conteúdo da Netflix por meio do assistente virtual Bixby.

Não é algo raro o fato da Samsung investir em maior integração entre aplicativos e sistemas operacionais. Por exemplo, a empresa já havia anunciado uma parceria do mesmo tipo com o Spotify em 2018.

Novidades

A parceria anunciada pela Netflix com a Samsung, no entanto, apresenta pelo menos um aspecto único.

Embora não tenha anunciado filmes e séries originais voltados exclusivamente para proprietários de Samsung, a Netflix vai produzir conteúdo extra que será disponibilizado apenas para os usuários de Galaxy.

Esse material inclui cenas de bastidores, informações especiais e entrevistas com astros de sérios como Narcos: México, Sintonia e Elite, sendo voltado largamente para o mercado latino-americano.