Marvel mata vilão clássico do Homem-Aranha e cria controvérsia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atenção! Contém spoilers de Demolidor #17

Alguns personagens de HQs são estranho demais para serem esquecidos. No entanto, esses mesmos personagens são esquisitos demais para serem levados a série. Normalmente, eles terminam perdidos nos anais dos universo da Marvel e DC.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um destes personagens é o Cabeça de Martelo. Este inimigo do Homem-Aranha tem super poderes e é extremamente cabeça dura (literalmente).

A edição #17 de Demolidor prova que o crânio do Cabeça de Martelo não era tão invulnerável como se pensava. O vilão termina morto pelos próprios capangas, agindo sob as ordens de Izzy Lubris.

Cabeça dura

Embora a maioria dos vilões do Homem-Aranha sejam inspirados em animais, o Cabeça de Martelo não tira sua inspiração no famoso tubarão. O personagem foi criado por Gerry Conway e John Romita Sr., se comportando basicamente como um mafioso da época da Lei Seca.

Além disso, sua história de origem indica origens na Itália e União Soviética.

Por anos, o Cabeça de Martelo usou seu crânio super poderoso para enfrentar o Homem-Aranha e outros heróis. A nova edição de Demolidor confirma que a cabeça do vilão não é imune à ação perigosa das balas.

A morte do Cabeça de Martelo pode ser explicada de duas formas. O tiro pode ter acertado a boca ou os olhos do vilão, o que seria fatal. Alternativamente, o atirador pode ter usado balas especiais de adamantium ou uma arma especialmente preparada.

No final das contas, Cabeça de Martelo virou apenas mais uma casualidade na guerra entre as organizações criminosas de Hell’s Kitchen.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio