Publicidade

Quem vai ganhar o Oscar 2020? Veja as previsões!

Publicado por Lucas Nascimento

07/02/2020 08:00

O Oscar 2020 está sobre nós! A maior premiação do cinema acontece neste domingo (7) e trouxemos nossa lista de apostas e previsões para ajudar no bolão!

Confira abaixo os prováveis vencedores da 92ª edição dos prêmios da Academia.

Melhor Filme

Esse é sem dúvida o melhor ano do Oscar em muito tempo. Qualquer um dos 9 filmes indicados seria um vencedor digno, mas a corrida parece resumida a dois filmes: o épico de guerra 1917 e o fenômeno sul-coreano Parasita. A NEON faz uma campanha selvagem para que o filme de Bong Joon-Ho quebre paradigmas e torne-se o primeiro filme estrangeiro a levar a categoria principal, mas os precursores da temporada (BAFTA, Globo de Ouro, PGA) tornam o caminho de 1917 bem claro. A aposta fica para o filme de Sam Mendes, mas não se surpreende se Parasita fizer História.

Quem VAI levar: 1917
Quem PODE levar: Parasita
Quem DEVERIA levar: Parasita

Melhor Direção 

Em um ano de ótimos candidatos, a Academia novamente vai se render ao poderio técnico e ao charme dos planos sequências. 1917 é uma experiência poderosa e impressionante, e que certamente vai garantir a Sam Mendes seu segundo Oscar na função (já tendo ganhado por seu primeiro filme, Beleza Americana). O cineasta britânico ganhou o Globo de Ouro, o BAFTA, Critic’s Choice e também o prêmio do DGA, sindicato dos Diretores.

Quem VAI levar: Sam Mendes
Quem PODE levar: Bong Joon-Ho
Quem DEVERIA levar: Bong Joon-Ho

Melhor Ator

Desde que Joaquin Phoenix foi anunciado no papel de uma releitura sombria e realista sobre o grande vilão da DC, já havia conversas sobre uma possível vitória no Oscar. Esta tem tudo para se tornar uma realidade, já que o ator ganhou praticamente todos os prêmios precursores (Globo de Ouro, SAG, BAFTA) e vem conquistando a todos com seus discursos honestos e despretensiosos. Será a segunda vez na História que atores diferentes ganham um Oscar pelo mesmo personagem fictício (depois de Marlon Brando e Robert DeNiro por Vito Corleone, de O Poderoso Chefão).

Quem VAI levar: Joaquin Phoenix
Quem PODE levar: Adam Driver
Quem DEVERIA levar: Joaquin Phoenix

Melhor Atriz

Estrelando o filme Oscar Bait do ano, Renée Zellweger é a grande favorita por sua performance transformadora como a estrela Judy Garland. Ainda que o filme seja de qualidade bem inferior, a atriz se sai bem, principalmente quando protagoniza as cenas e canto envolvendo a protagonista. Assim como Phoenix, a atriz também tem o SAG, BAFTA, Globo de Ouro e incontáveis outros prêmios para garantir sua vitória.

Quem VAI levar: Renée Zellweger
Quem PODE levar: Scarlett Johansson
Quem DEVERIA levar: Scarlett Johansson

Melhor Ator Coadjuvante

A mesma lógica das categorias principais de atuação se repete aqui. Elemento mais adorado do novo filme de Quentin Tarantino, Brad Pitt finalmente vai ganhar seu primeiro Oscar no ramo de atuação (ele já tem um como produtor, por 12 Anos de Escravidão), e é uma das certezas da noite. O intérprete do impagável Cliff Booth também tem o Globo de Ouro, SAG e BAFTA todos sacolados.

Quem VAI levar: Brad Pitt
Quem PODE levar: Só o Brad Pitt 
Quem DEVERIA levar: Al Pacino 

Melhor Atriz Coadjuvante

Vocês já perceberam que não teremos muitas surpresas nas categorias de atuação, certo? Mesmo que História de um Casamento seja focado nas atuações de Adam Driver e Scarlett Johansson, Laura Dern brilhou no papel reduzido da advogada da protagonista. Além de ser querida pela indústria, será o primeiro Oscar da carreira da atriz – que também traz a segurança do Globo de Ouro, SAG e BAFTA.

Quem VAI levar: Laura Dern
Quem PODE levar: Só a Laura Dern
Quem DEVERIA levar: Florence Pugh

Melhor Roteiro Original

Aqui começam as divergências. Ao longo de toda a temporada, Era Uma Vez em Hollywood veio como grande favorito na categoria de Roteiro Original, com Tarantino tendo ganhado o Globo de Ouro e o Critic’s Choice. Já nos sindicatos, vimos a ascensão de Bong Joon-Ho e seu Parasita – premiado com o BAFTA e o WGA (do qual Tarantino não faz parte). Não é uma vitória 100% garantida, mas vamos apostar em Parasita.

Quem VAI levar: Parasita
Quem PODE levar: Era Uma Vez em Hollywood
Quem DEVERIA levar: Entre Facas e Segredos

Melhor Roteiro Adaptado

A aposta mais racional aqui seria colocar Jojo Rabbit. Afinal, o filme de Taika Waititi tem a força do WGA e do BAFTA por trás, além de sua sátira ao nazismo ser extremamente bem escrita e estruturada. Mas o trabalho de Greta Gerwig na adaptação do clássico da literatura americana merece reconhecimento, e o fato de te perdido a vaga de direção pesou para a Academia – que pode recompensá-la aqui. Não seria por pena, que fique bem claro. O texto de Gerwig é, de fato, o melhor entre os indicados.

Quem VAI levar: Adoráveis Mulheres
Quem PODE levar: Jojo Rabbit
Quem DEVERIA levar: Adoráveis Mulheres 

Melhor Filme Internacional

Essa talvez seja a categoria mais certeira da noite. Parasita é um fenômeno da Coreia do Sul que conquistou o mundo todo, estando presente também nas categorias principais de Filme e Direção, já demonstrando o amor da Academia pelo longa de Bong Joon-Ho. Se perder, será a maior zebra do século.

Quem VAI levar: Parasita
Quem PODE levar: ninguém mais
Quem DEVERIA levar: Parasita

Melhor Documentário

Anualmente, documentários sempre trazem surpresas e imprevisibilidade. Não é diferente em 2020, que ainda conta com o brasileiro Democracia em Vertigem na disputa, mas o favoritismo aponta para Indústria Americana e o chocante For Sama. O primeiro tem um campanha forte da Netflix por trás, enquanto o segundo tem o BAFTA como precedente. Votaremos em Indústria Americana, mas fiquem de olho em For Sama e Honeyland.

Quem VAI levar: Indústria Americana
Quem PODE levar: For Sama
Quem DEVERIA levar: Honeyland

Melhor Animação

No início da temporada, parecia uma certeza que a Pixar se consagraria mais uma vez e o elogiado Toy Story 4 surgiria como vencedor. Isso ainda pode acontecer, mas o filme da Disney não ganhou nenhum prêmio importante na temporada, que se concentrou em Klaus, animação original da Netflix. O longa faturou o BAFTA e diversos prêmios no Annie Awards, então segue com favorito. Mas tudo pode acontecer, até mesmo O Link Perdido.

Quem VAI levar: Klaus
Quem PODE levar: Toy Story 4
Quem DEVERIA levar: Perdi Meu Corpo

Melhor Fotografia

Em termos de categorias técnicas, temos a promessa de 1917 passar o rodo e levar diversas estatuetas. Uma das grandes certezas é a de que o mestre Roger Deakins vai faturar seu segundo Oscar (e é um absurdo que ele tenha um número tão baixo). Simulando um plano sequência contínuo, o trabalho de Deakins é impressionante e também deslumbrante, já tendo ganhado o BAFTA e o prêmio da ASC.

Quem VAI levar: 1917
Quem PODE levar: Coringa
Quem DEVERIA levar: 1917

Melhor Design de Produção

Uma categoria cheia de grandes produções e trabalhos impressionantes, onde Era Uma Vez em Hollywood desponta como favorito. Mesmo antes de sua estreia, o trabalho de reconstrução das ruas de Los Angeles na década de 60 foi um foco da divulgação da Sony, assim como o uso inexistente de tela verde. 1917 pode vir como surpresa, mas as fichas estão no filme de Tarantino, que também levou o prêmio no Sindicato de Direção de Arte.

Quem VAI levar: Era Uma Vez em Hollywood
Quem PODE levar: 1917
Quem DEVERIA levar: Era Uma Vez em Hollywood

Melhor Montagem

Aqui temos uma categoria complicadíssima. Sem o favorito 1917 indicado, o favoritismo recai sobre Parasita e o eletrizante Ford vs Ferrari, que, justamente por ser sobre automobilismo, chama a atenção da Academia. Ambos os filmes foram premiados (Parasita no ACE Eddie Awards e Ford vs Ferrari no BAFTA), e a vitória do longa de Bong Joon-Ho aqui poderia indicar seu triunfo como Melhor Filme, ao passo em que o filme de James Mangold seria reconhecido por sua maestria técnica. 

Quem VAI levar: Ford vs Ferrari
Quem PODE levar: Parasita
Quem DEVERIA levar: Ford vs Ferrari

Melhor Figurino

Na categoria de figurino, sempre há uma preferência para longos vestidos e trajes de época. Temos um bom embate entre Jojo Rabbit e Adoráveis Mulheres aqui, mas dada a vitória do filme de Greta Gerwig no BAFTA, vamos apostar em seu romance, que traz elementos muito inteligentes (como cores diferentes representarem cada personagem) e detalhes precisos em sua confecção.

Quem VAI levar: Adoráveis Mulheres
Quem PODE levar: Jojo Rabbit
Quem DEVERIA levar: Jojo Rabbit

Melhor Maquiagem & Cabelo

Uma das categorias fechadas da noite é a de Maquiagem & Cabelo, que finalmente foi expandida para suportar 5 indicados. Desde o lançamento do trailer, todos se impressionaram com as transformações de Charlize Theron, Nicole Kidman e principalmente John Lithgow em figuras da mídia americana em O Escândalo, sendo um trabalho que consegue evitar o cartunesco e agregar às performances. Eu não duvidaria de uma virada de Coringa, mas O Escândalo é o favorito.

Quem VAI levar: O Escândalo
Quem PODE levar: Coringa
Quem DEVERIA levar: Coringa

Melhores Efeitos Visuais

Temos uma categoria bem difícil de prever aqui. Não houve um consenso entre os prêmios da temporada sobre efeitos visuais: o Critic’s Choice foi de Vingadores: Ultimato, O Visual Effects Society privilegiou O Rei Leão e O Irlandês, enquanto o BAFTA entregou o troféu para o trabalho discreto de 1917. Só Star Wars não levou nada, então o voto aqui é totalmente livre. A aposta vai para O Rei Leão, já que é o filme com MAIS efeitos visuais.

Quem VAI levar: O Rei Leão
Quem PODE levar: Vingadores: Ultimato
Quem DEVERIA levar: O Rei Leão

Melhor Trilha Sonora

Mais uma categoria que já tem dono, ou melhor, dona: Hildur Guðnadóttir, compositora islandesa de Coringa. Sua trilha sonora sombria e distorcida fez sucesso no Globo de Ouro, BAFTA e diversas outras premiações, sem falar que Guðnadóttir ainda garantiu um Emmy por seu trabalho na série Chernobyl. Lacrado, mas com um asterisco: Thomas Newman é o grande azarão por ter 15 indicações ao Oscar, e nenhuma vitória, concorrendo aqui por 1917. Bem, não parece que será dessa vez. De novo.

Quem VAI levar: Coringa
Quem PODE levar: 1917
Quem DEVERIA levar: Coringa

Melhor Canção Original

Uma das categorias mais fáceis da noite. A Paramount apostou em Rocketman para ser seu grande filme da temporada, mas a biografia de Elton John foi lembrada apenas por sua canção inédita, “I’m Gonna Love Me Again”, do próprio cantor e seu habitual parceiro Bernie Taupin. Oscar garantido.

Quem VAI levar: I’m Gonna Love Me Again
Quem PODE levar: Elton John vai ganhar
Quem DEVERIA levar: Speechless, de Aladdin, mas não foi indicada

Edição e Mixagem de Som

Um parágrafo para reunir as duas categorias, já que ambas irão para o mesmo filme. Filmes de guerra geralmente se dão bem no lado sonoro, e 1917 é realmente estrondoso tanto na edição de som (os efeitos, o foley) quanto na complexa mixagem (ainda mais considerando a quantidade de música presente), sendo essencial para a experiência almejada por Mendes. Não machuca o fato de ter vencido Melhor Som no BAFTA, também.

Quem VAI levar: 1917
Quem PODE levar: Ford vs Ferrari
Quem DEVERIA levar: 1917

Curta-metragem

Quem VAI levar: Brotherhood
Quem PODE levar:
The Neighbor’s Window

Curta-metragem de animação

Quem VAI levar: Hair Love
Quem PODE levar:
Kitbull

Curta-Metragem Documentário

Quem VAI levar: Learning to Skateboard in a War Zone (If You’re a Girl)
Quem PODE levar:
Life Overtakes Me

Publicidade