Como o novo Rei de Asgard, os poderes e responsabilidades de Thor só cresceram. Antes de colidir com o Reino Eterno, Galactus alertou: o Inverno Obscuro está chegando para destruir todo o universo.

Enquanto o Surfista Prateado tentava transformar Galactus em um gigante cósmico ainda mais poderoso, Thor foi escolhido como o novo Arauto do Devorador de Mundos, com a missão de indicar 5 planetas para a entidade consumir e evitar a Star Plague.

Devorando

Em Thor #2, o Deus do Trovão mostra para Galactus o primeiro planeta para ser consumido. Ele só deixa o vilão cósmico devorar o planeta após a evacuação de seus habitantes.


Thor havia prometido o planeta de volta para os habitantes, mas Galactus acaba consumindo todo o território. Os dois então se envolvem uma violenta batalha, que é interrompida por Bill Raio Beta.

Como aliado de Thor, Bill tenta interromper as ações de Thor e libertar o Deus do Trovão do controle de Galactus. Ele não sabia que o asgardiano havia assumido o papel de propósito.

Thor até tenta convencer Bill de seus motivos para aceitar a ordem de Galacus, mas o herói diz que “outros heróis não deixam planetas inteiros serem destruídos”.

Embate

Thor e Bill Raio Beta começam a lutar. O asgardiano quebra a Stormbreaker de Bil, provando que está disposto a fazer de todo para salvar o cosmos. Bill se revolta e diz que Thor não é mais digno de segurar o Mjolnir ou ser seu irmão.

A situação piora ainda mais. Thor se prepara para dar o golpe final em Bill, mas é interrompido por Lady Sif.

Na próxima edição da HQ, o confronto deve ser entre Thor e sua antiga companheira.