É impossível imaginar Velozes e Furiosos sem Vin Diesel. O elenco e clima da franquia mudou muito desde o lançamento do primeiro filme em 2001, mas Dom Toretto continuou o mesmo.

Foi com Dom e Brian que a trama de Velozes e Furiosos começou, e mesmo após a trágica morte de Paul Walker, Vin Diesel se estabeleceu como o grande protagonista e líder da família da franquia.

Na época em que o primeiro filme de Velozes e Furiosos foi lançado, Vin Diesel ainda não era uma figura tão conhecida em Hollywood. Por isso, chefões da Universal queriam outro ator para viver Dom Toretto.


O site Screen Rant explicou essa história que poucos fãs sabem; confira abaixo!

Escolha diferente

Originalmente, a Universal queria Timothy Olyphant como o protagonista de Velozes e Furiosos. Na verdade, o estúdio chegou a colocar a presença do ator como condição para o sinal verde para a produção do filme de Gary Scott Thompson.

Na época, Olyphant havia acabado de lançar o filme 60 Segundos, também com uma trama relacionado ao mundo das corridas automobilísticas.

Por isso mesmo, o ator de Santa Clarita Diet recusou o papel, procurando projetos mais desafiadores.

A escolha de Vin Diesel como Dom Toretto foi sugerida inicialmente pelo produtor Neal Moritz, que precisou suar para convencer os executivos da Universal que o ator conseguiria sustentar o peso de uma franquia.

No final das contas, Vin Diesel combinou direitinho com Velozes e Furiosos, e a escolha foi perfeita.

Velozes e Furiosos 9 estreia em 21 de maio.