James Bond é um personagem que muitos atores gostariam de interpretar, mas há um processo de seleção especial ao procurar um novo Bond, e nem todos o aceitariam – como Christian Bale, que recusou interpretar James Bond no início dos anos 2000. O famoso agente secreto britânico foi criado por Ian Fleming em 1952, aparecendo em uma série de 12 romances e duas coleções de contos.

Embora as aventuras literárias de James Bond tivessem seu público, o personagem se tornou amplamente popular graças a suas várias adaptações no cinema.

No total, houve 27 filmes de James Bond, o primeiro lançado em 1962 e com Sean Connery encarregado de interpretar o famoso espião. A série de filmes de Bond é imparável desde então, e vários atores assumiram o papel, a maioria deles em mais de um filme, como Roger Moore, Timothy Dalton e Pierce Brosnan.


A versão mais recente de Bond no cinema é a de Daniel Craig, começando em 2006 com 007 – Cassino Royale e culminando com 007 – Sem Tempo Para Morrer, que será lançado no final de 2020.

Como mencionado acima, a escolha de um novo ator para interpretar James Bond não é fácil, pois há alguns padrões a serem cumpridos e nem todo astro pode estar em consideração para desempenhar o papel. No entanto, há outros que tiveram a oportunidade de interpretar o espião britânico e a recusaram, como é o caso de Christian Bale, famoso por seu papel como Batman.

Por que Christian Bale não quis interpretar James Bond

Em 2000, Christian Bale interpretou o assassino em série Patrick Bateman em Psicopata Americano, baseado no romance de mesmo nome de Bret Easton Ellis. Embora Bale não fosse novo na indústria cinematográfica, tendo participado de filmes como Império do Sol, de Steven Spielberg, e a versão de Adoráveis Mulheres, de Gillian Armstrong, em 1994, Psicopata Americano foi o seu primeiro papel de destaque.

Como resultado, muitos diretores e produtores voltaram sua atenção para ele e começaram a considerá-lo para projetos maiores, entre eles a série de filmes de James Bond.

Conforme revelado no livro Christian Bale: The Inside Story of the Darkest Batman, a atuação de Bale em Psicopata Americano chamou a atenção da produtora de Bond, Barbara Broccoli. Pierce Brosnan ainda estava interpretando James Bond na época, mas os produtores sabiam que precisavam começar a procurar um substituto, e Christian Bale estava na lista deles.

Segundo o livro, Broccoli disse que o papel “seria de Christian”, mas ele não estava realmente interessado nisso, pois não queria se comprometer com uma franquia “muito britânica” e até pensava que James Bond representava “todos os estereótipos desprezíveis sobre atores ingleses e britânicos”. O papel acabou indo para Daniel Craig, e o resto é história.

Recusar o papel de James Bond não prejudicou a carreira de Christian Bale; após Psicopata Americano, ele estrelou vários filmes de diferentes gêneros, mas seu grande trabalho foi a trilogia O Cavaleiro das Trevas de Christopher Nolan, na qual ele interpretou Bruce Wayne/Batman. Seus papeis mais recentes foram no drama biográfico Vice e no filme esportivo Ford vs. Ferrari, e ele se juntará ao MCU muito em breve em Thor: Amor e Trovão, de Taika Waititi.

Enquanto James Bond é um grande personagem que ocupa um lugar importante na cultura pop, Bale sabia escolher suas cartas da maneira certa e tomou a decisão correta ao recusar a oferta.