Batwoman estreou no ano passado e trouxe a australiana Ruby Rose no papel da protagonista Kate Kane. Além de desempenhar um papel importante nos crossovers do Arrowverso, a série conquistou os fãs por suas tramas intrigantes.

No entanto, a série acaba de criar um grande problema para a trama corrente do universo compartilhado da DC na TV.

O site Digital Spy revelou o que aconteceu; confira abaixo!


Doppelgängers

Doppelgängers não são novidades do Arrowverso. Desde que o multiverso foi introduzido na segunda temporada de The Flash, versões alternativas de vários personagens apareceram nas séries da DC.

No entanto, um doppelgänger introduzido recentemente em Batwoman foi contraditório em relação a tudo que os fãs já sabiam sobre esse tipo de personagem.

No final do décimo episódio de Batwoman, Kate conheceu uma nova versão de sua irmã Beth. Aparentemente, ela foi deixada para trás em Terra Prime quando o multiverso se fundiu no final de Crise nas Infinitas Terras.

A série revela que neste novo universo, dois doppelgängers não podem existir ao mesmo tempo, e se um não sai, as células começam a se quebrar, o que resulta na morte.

Se versões alternativas não podem existir no mesmo universo, por que esta foi a primeira vez que isso foi estabelecido? Além disso, a mudança não explicaria porque duas versões de Winn conseguem existir simultaneamente nos episódios mais recentes de Supergirl.

Batwoman é exibida pela CW.