O Poço, da Netflix, provou ser um sucesso para o serviço de streaming, mas também deixou muitas perguntas no ar. Baseado em um roteiro de David Desola e Pedro Rivero, o terror distópico estreou no Festival Internacional de Cinema de Toronto em 2019.

Bem recebido pelo público presente, o filme ganhou um People’s Choice Award. Também garantiu um acordo mundial de streaming após o festival e estreou como original da Netflix no final de março.

O Poço já foi aclamado como um equivalente em espanhol das obras de Bong Joon-Ho, como Expresso do Amanhã e Parasita, vencedor do Oscar.


Dirigido por Galder Gaztelu-Urrutia, O Poço segue a jornada de Goreng (Iván Massagué) depois que ele se ofereceu para uma estadia em “um Centro Vertical de Autogestão”. Infelizmente, Goreng foi rapidamente tratado com uma orientação por seu novo companheiro de quarto, Trimigasi (Zorion Eguileor), e as duras realidades de seu novo ambiente rapidamente surgiram para ele.

Com um número inicialmente desconhecido de níveis no total, a estrutura foi mais coloquialmente chamada de Poço. Com um buraco no meio de cada nível, uma refeição era entregue uma vez ao dia por meio de uma plataforma.

Em vez de ter uma designação específica para cada nível, no entanto, a comida foi construída como um banquete generoso e tratada como livre para todos. Preparada no Nível 0, a plataforma permanecia em cada nível subsequente antes de passar para o próximo.

A expectativa era simples: se os dois residentes de todos os níveis comessem apenas o que precisavam, haveria o suficiente para todos. No entanto, quando chegou a Goreng e Trimigasi no Nível 48, tudo o que restava eram ossos e pedaços escassos.

Um destino ainda pior aguardava aqueles nos vários níveis abaixo, no entanto. Com os moradores de cada nível reatribuídos aleatoriamente a cada mês, Goreng descobriu isso em primeira mão quando acordou no Nível 171 amarrado a uma cama e se preparou para ser canibalizado.

Embora ele finalmente tenha escapado, Goreng se viu em uma jornada grotesca para não apenas sobreviver, mas consertar o sistema quebrado enquanto desespero, fome e até loucura começaram a surgir.

Metáforas e ambiguidades cresceram cada vez mais, pois Goreng foi forçado a viajar cada vez mais fundo. Como resultado, resta muito para o público ponderar depois que os créditos de O Poço, da Netflix, aparecem, como por exemplo a ideia de que parte do final não passou de uma alucinação.

Quanto do final foi uma alucinação?

O Poço nunca se inclinou mais para sua natureza metafórica do que quando Goreng sucumbiu a sonhos agourentos e visões alucinatórias. A última delas aconteceu quando Goreng se preparou para viajar até o Nível 0.

Quando a garota adormeceu, Goreng foi visitado por uma visão fantasmagórica de Trimigasi. Com seu ex-colega de cela declarando que “a mensagem não precisa de portador”, Goreng renunciou ao seu lugar na plataforma e caminhou nas sombras de um vazio expansivo.

Parecia que este era Goreng aceitando seu destino e se preparando para ceder às feridas que sofrera. No entanto, há realmente o suficiente para sugerir que ele já pode estar morto a esse ponto.

Embora ele já tivesse sido visitado por um espectro de Trimigasi, esse exemplo tinha muito a sensação do espírito de alguém se separando de seu corpo. Em entrevista com o Digital Spy, o diretor Galder Gaztelu-Urrutia confirmou que esse é o caso.

“Para mim, esse nível mais baixo não existe”, disse ele. “Goreng está morto antes de chegar, e essa é apenas sua interpretação do que ele precisa fazer.”

Infelizmente, isso, por si só, provoca mais perguntas. Embora tenha sido claro como Goreng sofreu os ferimentos e quão fatais eles foram, não está claro quando exatamente Goreng morreu oficialmente.

É plausível que, como Trimigasi, a menininha fosse uma invenção de sua imaginação, projetada para tornar sua jornada algo diferente de inútil. No entanto, isso intencionalmente nunca foi confirmado pelo próprio filme.

Assim como a maior parte de O Poço da Netflix, a conclusão da jornada de Goreng continuará sendo objeto de intenso debate. Os fãs podem se contentar em saber que a história de Goreng pelo menos teve um final definitivo, no entanto, qualquer que seja o caso.

O Poço está disponível na Netflix.