Publicidade

Reviravolta de Um Amor, Mil Casamentos arruína filme da Netflix; veja por que

Publicado por Bruno Tomé

16/04/2020 15:53

ALERTA DE SPOILERS

A comédia romântica Um Amor, Mil Casamentos é mais um filme que segue a conhecida fórmula do gênero. Porém, com um detalhe: tem uma reviravolta que estraga todo filme.

Com um elenco conhecido, Um Amor, Mil Casamentos é mais uma aposta da Netflix em um estilo consagrado. O longa é um remake de Plan de Table, comédia francesa de 2012 que fez bastante sucesso.

O longa, com a direção do estreante Dean Craig, segue Jack (Sam Claflin), um atormentado homem que precisa passar pelo casamento bem italiano da irmã Hayley (Eleanor Tomlinson).

Apesar do casamento ser da irmã, o fio principal da história é a paixão de Jack por Dina (Olivia Munn), uma correspondente de guerra com quem ele passou um final de semana feliz há alguns anos.

Para se reaproximar de Dina, Jack primeiro terá que lidar com alguns convidados complicados, como uma ex-namorada ciumenta e um ex-cunhado problemático. Como os fãs percebem, o filme é bastante inspirado em Quatro Casamentos e um Funeral.

Entendendo a reviravolta na Netflix

O diferente do filme é que a Neflix tenta trazer diferentes versões do mesmo dia. Até por isso que o longa se chama Um Amor, Mil Casamentos.

Na primeira parte da história, o espectador é levado a acreditar que tudo o que está acontecendo é definitivo. A trama segue Jack tentando deter Marc, o ex-cunhado dele que quer arruinar o casamento de Hayley.

Marc chega drogado no evento e Hayley tem a ideia de dar um remédio pesado para o ex dormir. Porém, Jack não consegue executar o plano e Bryan, o padrinho do casamento, acaba tomando a medicação.

Bryan, que é um ator e queria impressionar um diretor que estava no casamento, faz o pior discurso de todos. Com o momento, Marc aproveita a oportunidade e conta para todo mundo que ele e Hayley dormiram algumas semanas antes do casório.

Roberto, o noivo, acidentalmente morre com a polêmica revelação. Tudo parecia estragado.

É nesse momento que a narração retoma o contato com o espectador e explica como um evento pode ter vários resultados. Uma rápida montagem mostra tudo o que poderia ter acontecido até chegar ao final feliz.

Nele, o casamento é salvo e Jack consegue ficar com Dina.

Reviravolta dá final feliz na Netflix

Na primeira metade, Jack praticamente ignora Dina para tentar salvar o casamento da irmã. Tudo dá errado e a paixão do protagonista deixa a festa sem uma despedida apropriada.

O narrador relembra, assim, que tudo pode acontecer em uma mesma situação. Mas, a velha máxima é a que vale: estar no lugar certo, na hora certa.

Na segunda metade do filme e no desfecho feliz, Jack, que toma o forte remédio, acaba dando atenção para Dina e ainda lidando com o casamento. O personagem percebe que tem que lutar por sua chance.

Assim, ele corre para Dina, quando ela quase vai embora, e a beija. Nesse desfecho, tudo dá certo: Marc percebe que Hayley é feliz sem ele, Bryan encontra um amor e dá o melhor discurso de todos, a ex de Jack termina com o novo namorado e até Sidney acha a felicidade.

É a velha fórmula das comédias românticas, em que tudo dá certo.

Como a reviravolta estraga o filme da Netflix?

O que acontece é que Um Amor, Mil Casamentos indica ter várias versões para o mesmo evento. Mas, a maioria é apresentada de forma super rápida em uma montagem.

Outras, além disso, são deixadas para os créditos finais. Nesse ponto, é difícil manter o público curioso, quando todos sabem qual foi o desfecho feliz.

Essa montagem sugere ainda que o filme deixou muito na sala de edição, o que é uma enorme perda para o conceito. No fim das contas, só duas versões do mesmo fato são apresentadas.

O melhor para o título, nesse caso, seria Um Amor e Dois Casamentos.

Outro ponto é que o filme da Netflix poderia, nesse caso, ter seguido a velha fórmula das comédias românticas, sem fazer um grande corte no meio. A reviravolta faz parecer que existem dois filmes em um.

Um é extremamente sombrio, enquanto o outro é uma típica comédia romântica. Nesse caso, a própria história poderia se desenrolar para um final feliz sem começar tudo de novo – nesse cenário, deixando o noivo, Roberto, vivo.

Um Amor, Mil Casamentos está disponível na Netflix.

Publicidade