The Walking Dead está em rota de colisão com o Império, mas a série se colocou em uma situação curiosa. Após a saída emocionante de Michonne, The Walking Dead começou seu arco do Império em “Look At The Flowers”, enquanto Eugene, Yumiko e Ezekiel se reúnem com a nova amiga de longa distância de Eugene.

Esta história está diretamente alinhada com os quadrinhos, assim como a hilariante introdução de Princesa. Neste ponto dos quadrinhos, não demorou muito para que o grupo chegasse ao seu destino e se encontrasse com o pessoal de Stephanie, antes de marchar para a impressionante comunidade do Império.

Ao chegar, o grupo de Eugene descobre que a nova comunidade é o lar de Elodie, a filha perdida de Michonne que milagrosamente sobreviveu e vive feliz no Império há vários anos. A mãe e a filha compartilham uma reunião emocionante e as prioridades de Michonne mudam naturalmente, com a maternidade formando a espinha dorsal de todo o arco do Império.


Obviamente, Michonne não faz mais parte do elenco de The Walking Dead, então haveria pouco valor em sua filha ser descoberta no Império, mas The Walking Dead já contornou esses problemas antes. Depois que Carl foi morto, por exemplo, a série usou Henry para preencher suas histórias.

Infelizmente, essa não é uma opção com Elodie. Para que a trama de “criança perdida que vive no Império” funcione, The Walking Dead precisa de um personagem que já tenha filhos confirmados, caso contrário, a revelação será um retcon muito conveniente.

No entanto, o filho substituto também precisa ter uma maneira meio crível de sobreviver secretamente, e isso é complicado, considerando que os pais raramente deixam seus filhos sozinhos no apocalipse zumbi.

Olhando para a lista atual de sobreviventes de The Walking Dead, nenhum personagem se encaixa nos requisitos. A única filha biológica de Carol era Sophia, o primeiro filho de Maggie foi com Glenn e Rosita com Siddiq, enquanto Eugene, Gabriel, Negan, Ezekiel e Daryl nunca mencionaram ter filhos.

Apenas o filho de Michonne, Andre, teve a chance de aparecer vivo, mesmo que Michonne acreditasse que estava morto.

Problema para o futuro

Isso representa um grande problema para a décima primeira temporada de The Walking Dead. Nos quadrinhos, Elodie cria um elo vital entre Alexandria e o Império, já que Michonne reluta em deixar sua filha e Rick se recusa a abandonar sua amiga.

Essa conexão entre as comunidades fornece a motivação para o povo de Rick lutar pelo futuro do Império e, sem isso, é difícil ver por que os sobreviventes da série ficariam tão investidos em uma comunidade que acabaram de descobrir. Além disso, Elodie é responsável por expor a hipocrisia oculta e a desigualdade do Império para Michonne, gerando conflitos entre os dois lados.

O ponto principal do Império em comparação com os Salvadores ou os Sussurradores é que suas más ações borbulham sob a superfície; se os heróis não têm uma fonte interna de informação, como podem descobrir a verdade? Já que a introdução de um filho secreto de Daryl ou Negan pode parecer um pouco artificial, The Walking Dead não poderá substituir Michonne com sucesso por outro personagem, mas há uma solução potencial: Stephanie.

Na história original, Stephanie e Eugene formam um vínculo romântico que ocorre principalmente separado da história principal, mas promover a personagem para um papel principal pode preencher as lacunas deixadas por Elodie.

Em vez de uma reunião emocionante entre mãe e filha, The Walking Dead poderia interpretar o ângulo romântico dos namorados, enquanto Stephanie também poderia fornecer toda a exposição e segredos necessários pelos quais Elodie era responsável. Vitalmente, a recusa de Eugene em deixar Stephanie para trás pode fornecer o ímpeto para seus amigos permanecerem no Império, em vez de deixá-los à sua disposição capitalista.

A décima temporada de The Walking Dead está em exibição.